Jovem ganha braço biônico e a primeira coisa que faz é abraçar seu pai

Terri, uma jovem que nasceu com um dos braços menor que o outro e sem os dedos e seu pai Joe, é um atencioso pai, que sempre se mostrou preocupado com o futuro da filha.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ele a criou sozinho, e sempre quis poder ajudar mais a respeito da sua deficiência, por receio dela não conseguir fazer tudo que desejasse. Os amigos de Terri sabiam desse desejo da jovem de ter um braço biônico para poder fazer tudo da forma mais natural possível, então entraram em contato com um grupo que ajuda a realizar sonhos de pessoas, conhecido como “The Buried Life“, que se comoveu com a história da jovem e foi em busca de uma clínica que pudesse fazer o braço biônico pra ela.

Deu certo, os responsáveis foram até Terri durante um evento e anunciaram no palco que ela teria o tão sonhado presente. Emoção genuína. Duas semanas depois, o braço biônico customizado ficou pronto e ela está apta a fazer movimentos com as mãos facilmente.

Uma das primeiras coisas que Terri decidiu fazer foi abraçar seu pai por completo. Assista ao vídeo dessa emocionante história:

terry terry2 terry3 terry4 terry5 terry6 terry7 terry8 terry9

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,836,848SeguidoresSeguir
24,755SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Rap Plus Size e Doralyce levam agito e empoderamento ao festival ‘Artistas de Rua’ em SP

Grandes atrações do festival que rola em São Paulo de 28 de setembro a 12 de outubro, Rap Plus Size e Doralyce prometem colocar a galera para dançar e refletir!

Há 17 anos ela dá aulas de natação de graça para quem não pode pagar, em Salvador

Quem não vive em uma cidade litorânea pensa que quem tem a sorte de viver, deve dar um mergulho todos os dias, não é...

Professora leva mais de 100 estudantes do EJA ao cinema pela primeira vez

“Foi muito gratificante. Muitos alunos vieram me agradecer pela oportunidade. Todos foram muito bem vestidos, parecia um evento mesmo”, relata a professora.

Estudante recicla coletes salva-vidas abandonados na praia para criar mochilas para refugiados

Uma estudante foi trabalhar como voluntária em Lesbos. Ao chegar lá notou a quantidade absurda de lixo plásticos descartado nas praias, principalmente coletes salva-vidas. Então...

O significado maior da aprovação de Maria Clara, travesti e negra, na Universidade Federal de Pernambuco

Recentemente, Maria Clara Araújo, 18 anos, publicou em sua conta no facebook um manifesto pela igualdade, contando um pouco de sua vida até chegar...

Instagram

Jovem ganha braço biônico e a primeira coisa que faz é abraçar seu pai 3