Em 5 anos, jovem imigrante cubano aprende inglês, conclui mestrado e é contratado pela NASA

Em 2015, Antonio Macias e sua família decidiram trocar Cuba pelos EUA, viajando quase 1.500 km até Houston, a maior cidade do estado do Texas. Na época, o jovem de 20 anos passava por diversas dificuldades.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Tudo foi mudando aos poucos, conforme a família Macias foi se estabelecendo na cidade e se adaptando à nova vida. Nos últimos cinco anos, Antonio se dedicou por completo aos estudos: aprendeu inglês, concluiu o mestrado e foi contratado pela NASA, a prestigiada agência espacial norte-americana.

Recentemente, ele começou a se preparar para o Ph.D. em ciências aeroespaciais! 😳

“Eu sou cubana, uma das pessoas que nasceu com a maior pobreza neste mundo”, conta Milda Cañizares, mãe de Antonio. Ela e os filhos cogitaram ficar na Venezuela e no Equador em busca de um futuro melhor.

Há seis anos, tomaram a difícil decisão de cruzar a fronteira com o México para chegar aos Estados Unidos, segundo o relato de Milda, que lembra o que seu filho uma vez lhe disse:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Se morrermos, morreremos juntos e se formos salvos, seremos salvos juntos. Juntos para tudo, então não vou ficar aqui e você em outro lugar, juntos”, disse a senhora Milda.

jovem imigrante cubano contratado pela nasa

Ida aos EUA

Depois de conseguirem permissão para entrar no território estadunidense, a família Macias viajou até Houston, onde foram surpreendidos com a atitude de um parente.

Ele os abandonou em frente ao estacionamento da Igreja ‘Catholic Charities’, deixando-os em situação de rua por vários dias. 😓

“Não sabíamos o que íamos fazer, estávamos totalmente perdidos em uma cidade nova, sem dinheiro, sem amigos, com também pouco conhecimento do idioma”, disse Antonio.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Entre as muitas dificuldades pelas quais passaram, a mãe de Antônio lembrava sua angústia por não ter o suficiente para a alimentação diária.

jovem imigrante cubano contratado pela nasa

Em busca de uma oportunidade

“Foi muito doloroso porque tínhamos apenas 150 dólares, comíamos um hambúrguer por dia. Comi metade do meu e disse a ele que estava muito cheio para ele comer um e meio”, disse a mãe.

Felizmente, as coisas começaram a melhorar pouco depois, quando alguém lhes deu um teto e eles conseguiram um emprego. Antonio começou a estudar inglês e mais tarde conseguiu entrar na universidade e terminar o mestrado em ciência aeroespacial, pois desde pequeno seu olhar estava “fixado no céu”, contou o jovem.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Sempre fui fã de coisas que voam, lembro que quando morava em Cuba voávamos de uma cidade para outra. Eu daria ‘putas’ no final do vôo se não me deixassem ver a cabine dos aviões ”, disse Antonio.

jovem imigrante cubano contratado pela nasa

Prestígio na NASA

Apesar de ter apenas 25 anos, Antonio vai começar o doutorado em Ciências Aeroespaciais em breve no Georgia Institute of Technology. Ele atualmente trabalha na NASA e algumas de suas pesquisas e ensaios já foram até publicados em revistas de ciência.

“Agora estou estudando a evolução das superfícies dos planetas e luas do universo que não têm atmosfera, que não têm ar, como não é o caso da Terra”, disse Macías.

Após tantos anos de luta, mãe e filho sabem que têm um ao outro e os contratempos da vida são apenas provas para torná-los mais fortes, embora grande parte do sacrifício tenha sido assumido por Milda.

“Nós adultos somos mais fortes, mas eles não são; Ele era um adolescente, mas com certeza sempre fui forte e disse ‘não’ para mim mesma, seguimos em frente”, finalizou a mãe.

Veja também:

Fonte: Univision
Fotos: Reprodução / El Hispano

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,758,975SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Cachorro leva o dono para matagal e juntos salvam bebê abandonada

Um cachorrinho chamado Macho estava passeando com seu dono pelas ruas de São Petersburgo, na Rússia, quando subitamente começou a empurrar seu dono para...

Pastora trans adota segunda filha também trans; ela é a 1ª no Brasil a realizar tal feito

A pastora trans Alexya Salvador, 40 anos, mãe adotiva de um menino com necessidades especiais e de uma menina trans, viu sua família crescer...

A Finlândia irá se tornar o primeiro país a abolir a divisão do conteúdo escolar em matérias no mundo

Imagine uma cena como essa: A campainha toca, mas, em vez da aula de História, começa a aula de “Primeira Guerra Mundial”, planejada em conjunto...

Casal centenário conta os segredos de 81 anos de união

Em uma época que muitos acham mais fácil trocar um relacionamento do que cultivá-lo, esta história vem para mostar que o amor existe e...

Bilionário doa fortuna para construção de hospital público para animais de rua

A Unidade de Saúde Animal Victória foi inaugurada no sábado (24), na Grande Porto Alegre, RS.

Instagram