Após ser impedida de se matricular na USP, jovem ganha estágio e imersão nos EUA

A jovem Elisa Flemer, 17 anos, passou para engenharia civil na USP (Universidade de São Paulo) com a 5ª melhor nota entre os candidatos do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas a Justiça a impediu de se matricular na instituição por ela não ter o diploma do ensino médio. Sensibilizada com a história e dedicação de Elisa com os estudos, a empresa StartSe concedeu à jovem uma imersão de uma semana no Vale do Silício, em San Francisco (EUA) – lar de algumas das maiores empresas de tecnologia do mundo, como Google e Apple.

De acordo com o CEO da empresa, Junior Borneli, a imersão da adolescente terá uma bolsa que cobrirá todos os seus gastos lá. “Nós, da StartSe, acreditamos que não são os diplomas que definem nossas habilidades, mas sim o conhecimento que se adquire. Por isso, decidimos acompanhar a Elisa no seu desenvolvimento.”

Além da imersão no Vale do Silício, Elisa ganhou uma bolsa para um curso remoto de administração de negócios e um convite para um estágio, ambos na StartSe.

“Ela carrega características que valorizamos muito: ousadia, espírito empreendedor, vontade de ir além e um sorriso no rosto”, contou Borneli.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Jovem é adepta do homeschooling

Pouco conhecido no Brasil, o homeschooling é uma modalidade de ensino em que o aluno estuda de casa, sem qualquer tipo de vínculo com a escola. Em entrevista ao Portal R7, Elisa contou que decidiu pelo método após perceber que estava aprendendo as matérias mais rápido que os seus colegas.

Gata deitada em mesa ao lado de computador
Elisa estuda em casa, mas nunca está sozinha! Foto: reprodução/Instagram Elisa Flemer

Em casa, na cidade de Sorocaba (SP), a jovem pôde montar sua grade de estudos, adaptá-la ao seu ritmo e entender quais eram as suas necessidades. Diferente ou não das formas de lecionar que conhecemos, Elisa passou em um dos vestibulares mais complicados do país, o que prova a eficácia do homeschooling em alguns casos.

“A matéria é algo que você processa. É uma coisa metódica, mecânica, pega, aprende e passa para a próxima. Não é difícil, é apenas trabalhoso.”

Diagnosticada com autismo leve, o transtorno permite que Elisa seja mais focada e concentrada nos assuntos acadêmicos. Podemos ver que essa jovem manda bem demais, não é mesmo?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer conhecer mais histórias inspiradoras? Dá o play!

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,917,765SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Mulher conversa com morador de rua em SP e descobre que ele quer falar com sua filha há anos e resolve ajudar

Nesta semana, uma mulher postou uma história no Facebook que tem sido compartilhada milhares de vezes e nós vamos entrar nessa corrente do bem....

Irmãos homenageiam pais surdos com tatuagem em Libras

Para homenagear os pais, que são deficientes auditivos, eles tatuaram "Eu Te Amo" e "Família" em Libras.

Adolescentes com histórias de vida comoventes conduziram a Tocha Olímpica da Rio 2016

Já pensou a emoção que deve ser carregar a tocha olímpica? Seis adolescentes, de diferentes regiões do país, tiveram essa honra. A convite do...

Empresa promove evento para integrar mulheres no mercado de trabalho digital

No Brasil, segundo o PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), 28% dos jovens entre 18 e 24 anos não estudam e nem trabalham....

Na França, empresas pagam recompensa para quem for trabalhar de bike

Não dá mais para negar a crescente importância de bicicleta como meio de transporte urbano. E, ao contrário do que muitos podem falar, esse...

Instagram

Após ser impedida de se matricular na USP, jovem ganha estágio e imersão nos EUA 2