Jovem de 14 anos cria robô que ajuda quem precisa tomar remédios todos os dias

Quem precisa tomar remédios todos os dias, no mesmo horário, sabe como essa rotina pode ser frustrante. Por isso, o estudante Rafael Sampaio, de 14 anos, desenvolveu um robô que traz os remédios até os pacientes e ainda dança!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Essa foi a maneira que o jovem encontrou para aliviar o cotidiano enfadonho de muitas pessoas que tomam medicações frequentemente.

Toda inovação trazida com leveza é bem-vinda, especialmente em um momento de piora dos índices de saúde mental no Brasil. No ano passado, segundo dados do Fórum Econômico Mundial, 53% dos brasileiros afirmaram que seu bem-estar mental piorou em relação ao ano anterior.

Para Rafael, pequenas ações que trazem alegria podem mudar – e muito – a rotina das pessoas. Por isso, usando princípios de programação e robótica ensinados na escola de tecnologia “codeBuddy”, ele criou um robô feito de Lego capaz de ajudar crianças e adultos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Eu construí o robô com peças de Lego. Eu o programei com uma base em blocos parecida com a plataforma Scratch. A ideia surgiu por causa de um robô que meu primo tinha, que era um robô de Star Wars que dançava também”, explicou o estudante mineiro.

A iniciativa coloca as crianças na liderança de seu próprio aprendizado e insere o aluno na sociedade para que ele consiga pensar de forma crítica, capaz de solucionar seus próprios problemas.

O ensino da computação traz o aluno para o centro do aprendizado, ao passo que estimula a criatividade enquanto ela se diverte criando um jogo.

Para Mitchel Resnick, diretor do grupo “Lifelong Kindergarten” da universidade MIT, “em um mundo repleto de tecnologia, quem não aprender a programar será programado”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Assim, as criações de Rafael o preparam indiretamente para um próspero mercado digital de trabalho: de acordo com a consultoria Gartner, a estimativa é que 100 mil vagas sejam geradas por ano em empregos da área de tecnologia nos próximos anos.

Assista ao vivo os ganhadores do Prêmio Razões para Acreditar, dia 07/12 às 18h! Ative as notificações clicando aqui.

Fonte: Terra
Fotos: Divulgação / codeBuddy

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM






Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,970,136SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem de 17 anos coordena projeto que produzirá bioabsorventes para detentas

Giullia Jaques Caldeira, uma carioca de 17 anos, está coordenando um projeto para produção de bioabsorventes para detentas do sistema carcerário brasileiro.

Casal adota bebê com deficiência abandonada em hospital

Quando tinha apenas quatro meses de idade, Safe foi abandonada pelos pais biológicos em um hospital. Grace, que participa de um programa governamental de adoção...

Ato de amor: Carrinho de picolé de menino quebra e desconhecidos ajudam de forma inesperada

Na cidade de Juiz de Fora (MG) um menino vendedor de picolé teve uma surpresa desagradável quando seu carrinho se espatifou e todos os...

Após vaquinha, jovem realizará sonho de estudar medicina na Argentina para atender pessoas carentes de sua cidade (PE)

A Deborah quer muito ser médica! E o que a motiva mais é poder ajudar as pessoas mais necessitadas de Guaranhuns (PE), onde mora....

Instagram