Jovem de moto tira próprio tênis e dá para malabarista em semáforo no Acre

Graças à Internet a gente pode ver cenas como esta, que nos fazem acreditar que o mundo está cheio de pessoas boas e generosas. Em Rio Branco, no Acre, um jovem de 24 anos que estava em sua moto foi fotografado por uma garota que passava e viu essa cena linda: ele desceu de sua moto, tirou seu tênis e o entregou para um malabarista que estava com o sapato rasgado, trabalhando no farol.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Elielton Ribeiro de Araújo é estudante e disse que estava a caminho da faculdade quando se emocionou com a situação do malabarista, que é de São Paulo e não pensou duas vezes antes de entregar seu tênis a ele: “Eu estava passando, vi que ele se apresentava no sinal, olhei para o chão e vi o sapato rasgado, todos os dedos dele estavam para fora tocando o asfalto, a sola estava rasgada. Aquilo me comoveu, pois eu sou de uma família humilde e sei que as pessoas precisam de ajuda. É sempre bom ajudar”.

O sinal chegou a abrir, mas Elielton ficou com o pensamento no homem, então encostou sua moto e entregou seu sapato: “Olhei para o meu tênis, vi que estava em boas condições, encostei e chamei ele. Por um momento pensei em como é que eu ia para a faculdade descalço, mas foi mais forte do que eu”.

O malabarista não fazia ideia de que o jovem tinha parado sua moto para lhe entregar seu tênis e acabou entregando o seu para que ele não voltasse para casa descalço: “Ele não acreditou, tirei o tênis e ele, por gratidão, me deu o dele para eu não ir descalço. Calcei o sapato dele e fui para a casa da minha namorada onde fui para pegar uma sandália. Nunca vou esquecer, ele disse que era o melhor dia da vida, e aquilo me comoveu. Falou que estava andando em cima de almofada depois que ele recebeu o tênis. Após isso, me agradeceu e voltou saltitando para a rua e continuou a trabalhar”.

Elielton disse que pretende guardar o tênis que ganhou do malabarista para mostrar aos seus futuros filhos e ensinar como é importante fazer o bem a quem precisa. Quem flagrou a cena foi a estudante Anna Cássia Costa de Oliveira, que ficou emocionada e compartilhou em suas redes sociais: “Fiquei emocionada e comecei a chorar, porque é uma cena muito linda, a gente não costuma ver essas coisas, porque as pessoas ultimamente só ligam para si mesmas e não para o próximo. O rapaz da moto ainda calçou o tênis furado e foi embora para a faculdade. Foi um gesto lindo, muito difícil de se ver, porque geralmente as pessoas quando vêm os artistas fecham o vidro do carro e seguem a vida”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Veja aqui a postagem original de Anna Cássia:

Com informações de G1

Fotos: reprodução Facebook / Anna Cássia Oliveira

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,499,046SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Bebê com síndrome de Down faz sucesso com perfil no Instagram

Com apenas um ano e dez meses, Mateus Ferraz já desempenha um papel muito importante no combate ao preconceito. Mateusinho, como é chamado pela família, nasceu...

Projeto faz festas de aniversários para crianças carentes que moram em abrigos

Fazer festas de aniversários pode ser uma feliz rotina para muitas crianças ao redor do mundo, mas, bem aqui na cidade de São Paulo, também...

Após casa de idoso ser ofendida por adolescentes, comunidade faz grande surpresa para ajudar

Tudo começou no mês passado, depois que dois adolescentes em Pendleton, Oregon, insultaram um homem de 75 anos de idade sobre a condição de sua...

Conheça a Recomércio, empresa que revende celulares em desuso

Recentemente, um novo empreendimento ligado às causas da sustentabilidade viralizou nas redes sociais. Trata-se da Recomércio, uma iniciativa que oferece soluções de recuperação, recompra,...

“Dá pra reciclar tudo!”: senhora criou mais de 42 filhos com a reciclagem

A dona Tereza criou os filhos, adotivos e biológicos, com o dinheiro da reciclagem.

Instagram