Jovem que desistiu de carreira no futebol por causa de doença carrega tocha da Paralimpíada

A infância de Marcus Oliveira, 23 anos, não foi fácil. Logo cedo, ele teve que lidar com a descoberta de uma doença incurável: a anemia falciforme. Por causa da patologia, que é genética e hereditária, sempre sentiu fortes dores e teve que aceitar a frustração de abdicar do seu maior sonho: o de ser um jogador de futebol. “Eu tenho uma paixão imensurável por futebol e sempre fiz de tudo para me sentir próximo de alguma forma. Passei muitas tardes na televisão assistindo jogos, como faço até hoje. Tenho uma doença que me impossibilita de exercer algumas atividades físicas e não demorou até que meu médico me orientasse a desistir do meu grande sonho. Isso até hoje me frustra”, diz.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Marcus também não viveu a infância com a intensidade que gostaria. “Eu não podia exercer atividades físicas e acabei me tornando uma pessoa bastante introspectiva. Tenho lembranças de não poder acompanhar meus amigos do colégio na piscina de um sítio, pois sofreria com dores musculares, posteriormente”, conta.

A virada se deu quando ele conheceu o Instituto Ser +, através de uma amiga da avó. No instituto, Marcus se preparou para o mercado de trabalho e conheceu pessoas que fizeram a diferença. “Empatia é algo que aprendi a dar muito valor. Minha turma se tornou muito unida, compartilhamos nossas dores e alegrias e amadurecemos juntos. Uma experiência inenarrável. São pessoas que têm lugar cativo na minha vida, pois me ajudaram a reconstruir meu foco, minha motivação pra vida.”

O estudante Marcus Oliveira participou do revezamento da tocha da Paralimpíada Rio 2016
O estudante Marcus Oliveira participou do revezamento da tocha da Paralimpíada Rio 2016

O ponto alto dessa experiência veio em formato de um convite: Marcus foi indicado pelo Instituto Ser +, por intermédio da parceria com o Instituto NET Claro Embratel, para carregar a tocha Paralímpica durante o revezamento, no Rio de Janeiro.  E, finalmente, Marcus pôde ter o prazer de estar entre atletas e fazer parte de um grande evento esportivo, como sempre sonhou. “Nunca imaginei que participaria de um momento tão importante quanto este. Fiquei muito honrado e feliz”, afirma.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com o apoio do Instituto Ser + e do Instituto NET Claro Embratel, além do apoio dos amigos, Marcus descobriu que é possível superar as próprias limitações e continuar a sonhar, ainda que a ideia original tenha que sofrer alterações pelo caminho. “Vi que posso realizar meu sonho de outra maneira, em vez de desistir. Minha primeira meta, a partir de agora, é estar empregado para poder dar suporte à minha família. É o ponto de partida. Depois, quero entrar pra faculdade, me tornar um psicólogo esportivo e exercer a função em Manchester, no Manchester City, se Deus quiser.”

Marcus Oliveira é ex-aluno do Instituto Ser + e participou do revezamento da tocha da Paralimpíada Rio 2016.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,842,344SeguidoresSeguir
24,832SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Fazendeira britânica instala sua própria banda larga e agora abastece comunidades rurais

Investir em tecnologia é também ampliar a informação e a comunicação. Esse pensamento vai de acordo com Christine Conder, fazendeira britânica que leva conexão...

Apesar de tudo que aconteceu em 2016, a tendência para a humanidade é muito positiva

Em 1950, um quarto da população mundial já havia saído da situação de extrema pobreza. Hoje esse numero já é de 90%.

Após dois transplantes, tatuador incentiva doação de medula óssea com campanha

O tatuador Gustavo Teixeira Franzoni oferece descontos em desenhos para doadores de medula óssea, e reverte o valor para instituições beneficentes.

Como um professor de Yoga está salvando bombeiros dos EUA da depressão

O organização não-governamental Yoga For First Responders (YFFR) está acompanhando bombeiros de diversas brigadas dos Estados Unidos e ajudando-os a lidar com as demandas de...

Esse cachorro cuidou dessa coruja logo que ela nasceu e desde então eles são melhores amigos

Nada mais lindo quando dois animais de duas espécies completamente diferentes tornam-se melhores amigos, passando por cima de todas as diferenças e plantando amor...

Instagram

Jovem que desistiu de carreira no futebol por causa de doença carrega tocha da Paralimpíada 4