Jovem que venceu transtornos alimentares ajuda outras pessoas a se recuperarem

A jornalista Fernanda Fahel, hoje com 23 anos, desenvolveu transtornos alimentares aos 12. Ela conviveu com a anorexia, a bulimia e também a compulsão durante sete longos anos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quando chegou ao seu peso mais baixo (42kg), Fernanda precisou ser internada. Foi quando ela começou a ter consciência sobre o que estava acontecendo.

“Fiquei tão doente que meus cabelos começaram a cair, minhas unhas não cresciam mais, tinha hipotermia, desenvolvi a anemia e a hipoglicemia, além de ter amenorreia (quando a menstruação é interrompida) e de sentir meu coração bater mais fraco. Fiquei à beira da morte”, conta.

Após se recuperar, ela criou o blog Despedida de Ana e Mia, para ajudar outras pessoas que estão passando pelos mesmos problemas que ela enfrentou no passado.

Em dezembro de 2015, ela também criou um canal no YouTube, o De Bem Comigo, para falar sobre transtornos alimentares como forma de alerta, e abordar a questão da autoestima.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Assista aos vídeos:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,836,848SeguidoresSeguir
24,779SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Pesquisadores brasileiros criam gesso biodegradável com bagaço de cana, milho e beterraba

Um grupo de pesquisadores brasileiros desenvolveu um tipo de plástico termomoldável e biodegradável que pode ser uma alternativa viável para substituir o gesso tradicional...

Publicitário mineiro vira “mensageiro” e entrega cartas para desconhecidos

Em tempos de aplicativos de mensagens instantâneas, cartas escritas à mão são provas de amor! E é exatamente o que o ator e publicitário Ramon Brant...

A todos aqueles que julgam minha filha de 5 anos por andar no carrinho de bebê

Esta carta aberta é para todos vocês que tem olhado e julgado minha filha nos últimos dias.

Bebê abraça pacote de fraldas após achar que garotinho da foto era ele

“A representatividade é mais importante do que pensamos. Quero ver outros bebês que pareçam com ele, então ele irá saber que existem outros e que é possível para ele ser um modelo”, afirmou a mãe do menino.

Biblioteca itinerante circula interior de SP levando cultura e diversão para crianças

Um casal de artistas de Piracicaba, no interior de São Paulo, leva cultura e diversão para crianças a bordo de uma Kombi que é...

Instagram

Jovem que venceu transtornos alimentares ajuda outras pessoas a se recuperarem 3