Jovem percorre mais de 1 mil quilômetros para salvar cãozinho atropelado

Depois do triste episódio do cachorro Manchinha, uma história para aquecer o coração. Mais de 1 mil quilômetros foi a distância percorrida pela Sarisa Nobrega, de Passos (MG), para salvar um cãozinho atropelado.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela encontrou o animal na rua gravemente ferido. Como é veterinária, suspeitou que o cachorro tinha algum problema na coluna, pois não conseguia se levantar. Imediatamente, Sarisa levou o pobrezinho a uma clínica veterinária e sua suspeita foi confirmada. Havia um dano na coluna e era necessária uma cirurgia para evitar o rompimento da medula, deixando cachorro sem o movimento das pernas.

Contudo, a clínica não oferecia a cirurgia. Foi então que Sarisa partiu para Alfenas (MG), na esperança de conseguir a cirurgia no hospital veterinário da faculdade onde se formou. Após um novo exame, Sarisa recebeu autorização para a cirurgia, mas ela não poderia arcar com o valor cobrado.

Leia também: Ciclista dá carona para cachorrinho atropelado e abandonado

Sarisa começou uma campanha na internet para pagar a cirurgia, até que um veterinário de Indaiatuba (MG) se ofereceu para operar o cãozinho de graça. Porém, ao chegar lá, o veterinário disse que só poderia operar o cachorro na semana seguinte, descumprindo o combinado. Sarisa recusou a ideia, pois estava numa corrida contra o tempo.

Desesperada, Sarisa levou o cachorro ao Hospital Veterinário Público do Tatuapé, em São Paulo. Ela foi informada que precisava pegar uma senha às 6h da manhã do dia seguinte. Porém, Sarisa chegou nas primeiras horas da madrugada, quando a fila começava a se formar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Sarisa ficou com o cãozinho na fila sem comer nem beber água, para não ter vontade de ir ao banheiro, pois não tinha com quem deixar o animal. Mais uma vez, foi feito um raio-x e afirmaram que era caso de cirurgia, porém não poderia ser feita ali.

jovem percorre mais mil quilômetros salvar cãozinho atropelado
Sarisa com o cãozinho na fila do Hospital Público Veterinário do Tatuapé, em São Paulo

jovem percorre mais mil quilômetros salvar cãozinho atropelado

No dia seguinte, Sarisa procurou ajuda no hospital veterinário de uma faculdade particular, mas não havia quem pudesse fazer a cirurgia. Ainda em São Paulo, recebeu a indicação de um especialista em cirurgia ortopédica, mas o valor cobrado era o dobro do hospital veterinário em Alfenas. Sem sucesso, Sarisa voltou para Passos. Como a campanha para a cirurgia andava devagar, Sarisa fez um empréstimo e retornou à Alfenas.

Leia também: Idoso socorre cãozinho atropelado em carrinho de mão: andou 1 km debaixo do sol quente

A cirurgia aconteceu há poucos dias e, desde então, o cãozinho fica dentro do box do banheiro do quarto de Sarisa, um espaço pequeno e fechado para que não se movimente muito, devido à cirurgia ser recente. Dia e noite, o cãozinho fica sob os cuidados de Sarisa. Como vivia nas ruas e não tinha nome, Sarisa batizou o cachorro de ‘Pipoca’, como sua mãe a chamava quando era criança.

jovem percorre mais mil quilômetros salvar cãozinho atropelado
Sarisa cuida de Pioca dia e noite

jovem percorre mais mil quilômetros salvar cãozinho atropelado

Ainda para arcar com as despesas do pós-operatório, Sarisa conta com a ajuda de amigos que vendem rifas. Ela também criou um grupo no WhatsApp com todas as pessoas que fazem doações, onde presta contas e informa sobre o estado do Pipoca. Uma pena Manchinha não ter tido a mesma sorte, mas ele deve estar feliz por Pipoca ter encontrado uma pessoa que fez de tudo para salvá-lo desde o primeiro momento, concorda?

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

jovem percorre mais mil quilômetros salvar cãozinho atropelado

crédito das fotos: Marisa Nobrega/Arquivo pessoal

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

987,426FãsCurtir
1,762,490SeguidoresSeguir
8,613SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Fotos de abelhas cansadas dormindo de “bumbum pra cima” dentro de flores viralizam

Uma série de fotos de abelhas tirando um cochilo dentro de flores com o bumbum cheio de pólen está fazendo o maior sucesso na...

No Pará, há mais de 40 anos existe um bloquinho infantil que homenageia os animais da Amazônia

Cada vez mais os blocos carnavalescos estão inovando e usando e abusando da criatividade, mas o que falar deste bloquinho infantil, do interior do...

O primeiro dia de aula do menino desnutrido que foi resgatado há um ano

O primeiro dia de aula é uma data marcante, que estabelece que seu filho(a) está crescendo e ganhando o mundo. Mas, para um menino em...

Fábio Assunção dá a volta por cima um ano depois de virar ‘piada’ no Carnaval

É impressionante o quanto as coisas podem mudar em apenas um ano, né? Olha o caso do ator Fábio Assunção, 48 anos. No Carnaval do...

Comediante arrecada quase R$ 1 milhão para menino que sofreu bullying

O vídeo de um menino com nanismo chorando após ser vítima de bullying na escola gerou uma onda de comoção e solidariedade de milhares...

Instagram