Desempregada é humilhada por mulher ao vender salgados e recebe apoio. “Disse ter nojo da minha casa por eu ter animais”

Jamile Aparecida mora em um pequeno apartamento com sua filha de 14 anos e vários animaizinhos, que ela tira da rua e ajuda a encontrar um lar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela tem 29 anos, mora em São Paulo e vem passando diversas dificuldades financeiras, principalmente depois que a mãe faleceu, no final do ano passado.

Jamile recentemente tentou fazer salgados para vender, mas foi humilhada por uma cliente que se negou a receber o pedido, pois tinha “nojo da casa dela com animais”.

A gente quer muito mudar a história da Jamile! Por isso, lançamos uma vaquinha na VOAA para mudar essa situação. Faça a sua contribuição

post jamile

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Jamile pediu dinheiro emprestado para fazer os salgados

Jamile está desempregada há 2 anos. Antes ela ainda conseguia alguns bicos, mas depois da pandemia, a situação ficou bem mais complicada.

E foi por isso que ela resolveu fazer salgadinhos para vender. A jovem pegou dinheiro emprestado e comprou todos os ingredientes que precisava para a primeira encomenda.

Só que na hora de entregar os salgados, a cliente se negou a receber e disse que “tinha nojo de sua casa”, pelo fato dela ter muitos animais abrigados.

Disse que não tomaria um copo de água na minha casa por causa dos animais”, contou Jamile.

Ela ficou muito arrasada com essa situação. Os salgadinhos que tinha feito, Jamile deu para moradores de rua e decidiu desistir do novo negócio.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A sua paixão pelos bichinhos vem de berço. Sua mãe, a dona Maria das Graças, que faleceu no final do ano passado (2019), resgatava animais de rua e hoje, Jamile segue com a missão.

Jamile e cachorrinho de estimação

 

cachorrinhos

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Problemas de saúde e preconceito

Parte da dificuldade da Jamile em conseguir emprego está em seu corpo. Ela conta que enfrenta muito preconceito por estar com sobrepeso. Isso fez ainda com que ela entrasse em depressão.

Jamile tem aguardado pelo SUS sua cirurgia de bariátrica, mas ainda não teve previsão. Enquanto a cirurgia não é liberada, ela sonha com uma oportunidade.

Sofro preconceito por conta da obesidade, e isso afeta muito minha autoestima e as seleções de emprego. Quero trabalhar, sustentar minha filha e meus animais”.

Jamile já trabalhou como balconista, ajudante geral de produção e caixa. Ela quer muito poder ter novas oportunidades.

geladeira jamile

Todo o valor arrecadado com a vaquinha será para Jamile se sustentar nestes tempos difíceis e investir em sua saúde.

Vamos ajudar a Jamile? Clique aqui e contribua para a vaquinha!

 

A equipe da VOAA apura todas as vaquinhas publicadas na plataforma. Acompanhamos as histórias antes, durante e após finalizar as campanhas em nossas redes sociais.
selo conteúdo original

[Nota da Redação]

Estamos com um projeto especial com a Lancôme falando sobre a importância de compartilhar felicidade. Para ler todas as histórias clique aqui.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM







Desempregada é humilhada por mulher ao vender salgados e recebe apoio. “Disse ter nojo da minha casa por eu ter animais” 2

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
5,086,993SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Ajudado pela VOAA, menino que pintava quadros para pagar tratamento morre de Covid

Vocês lembram do pequeno Daniel Neves, 13 anos, lá de Salvador (BA)? Ele foi um anjinho baiano que ficou conhecido após ser ajudado por...

Projeto usa atividades lúdicas para educar crianças e adolescentes sobre prevenção de DTS’s

Utilizar atividades lúdicas para conscientizar crianças, adolescentes e profissionais da educação sobre a importância da prevenção quando o assunto é doenças sexualmente transmissíveis, principalmente...

Essa senhora lê para animais em abrigos toda semana

Um dia por semana, quase toda semana desde que seu cachorro morreu há mais de um ano e meio atrás, Sandy Barbabella começou a participar do Western...

Estudo diz que morar perto de árvores reduz casos de depressão

Um estudo recente feito pelo Instituto de Medicina da Universidade de Exeter, no Reino Unido, pesquisou a relação que a arborização tem na saúde mental...

Turma da Mônica coloca Cascão para lavar as mãos pra alertar sobre o coronavírus

Agora, até o Cascão, que vive fugindo da água, aprendeu a lavar bem as mãos para se proteger do contágio do coronavírus (Covid-19). A campanha...

Instagram

Desempregada é humilhada por mulher ao vender salgados e recebe apoio. “Disse ter nojo da minha casa por eu ter animais” 3