Alvo de preconceito, artesão que faz chinelos bordados dá a volta por cima e cria a própria marca

Quando Adalto começou na arte de customizar sandálias, ele jamais poderia imaginar quais seriam os seus passos dali em diante. E, de repente, o seu talento como artesão o levou a cerca de 200 mil seguidores nas redes sociais. Mas a caminhada não foi fácil!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A cidade de Pacajá, no Pará, poderia parecer pequena para os seus sonhos, principalmente vindo de uma família humilde de sete irmãos. Adalto quis fazer curso superior, mas não tinha faculdade na região. Gay, saiu da casa da mãe aos 22 anos para viver um relacionamento. O preconceito sempre foi sua companhia.

O jovem não conseguiu emprego e passou por dificuldades. Foi então que decidiu fazer bordado com pérolas em chinelos para ganhar a vida. A técnica ele aprendeu através de vídeos no YouTube.

 

Ver essa foto no Instagram

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Uma publicação compartilhada por Adalto Lopes (@adaltolopes.customizacoes)

“Me arrisquei a fazer o primeiro, não saiu legal, mas consegui fazer. Eu tinha mais ou menos 50 reais só, foi meu investimento. Vendi o chinelo para minha irmã, peguei o dinheiro e comprei mais materiais e fiz mais chinelos. Nisso consegui vender os chinelos que fiz e desde então não parei mais de fazer”, conta.

Homem segurando várias sandálias customizadas
Adalto aprendeu rápido a como fazer as sandálias. Foto: Arquivo pessoal

E não só isso! Adalto se especializou e passou a fazer peças tão perfeitas que pareciam já terem saído de fábrica. Ele foi ficando conhecido e vendendo bastante, até que um dia o preconceito bateu à sua porta novamente.

Homem sentado em sofá com várias sandálias em volta
Foto: Arquivo pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Um dia uma cliente minha chegou pra mim e falou: ‘teve uma mulher que viu meu chinelo perguntou quem fez, eu falei que foi você, mas ela não acreditou, disse que era impossível um homem fazer esse trabalhos, era coisa de mulher. Fiquei abalado com isso, mas fui forte e aqui estou”, disse.

Mas ele continuou trabalhando e se aperfeiçoando. “O que mais me inspira é a paixão que eu tenho pelo meu trabalho. Quero provar que o Artesanato pode mudar a vida de uma pessoa, ser independente”, relatou.

Sandália com bordado de pérolas em forma de flor
Trabalho é impressionantemente delicado. Foto: Arquivo pessoal

Que tal ajudar na recuperação do Davi? Esse pequeno artista tem uma doença rara e perdeu a visão. Criamos uma vaquinha na VOAA. Clique e contribua!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Adalto faz sucesso ensinando técnica no YouTube

Assim como ele aprendeu lá em 2016 através no YouTube, hoje Adalto tem a sua marca e grava vídeos ensinando a fazer os bordados com pérolas. E ele já tem mais de 129 mil inscritos no seu canal. Saca só um dos vídeos:

E sabe como ele fazia para produzir e postar os vídeos? Sem dinheiro, utilizava um celular quebrado e um tripé improvisado e pegava a internet de uma escola para poder postar.

“Não foi fácil chegar até aqui, muita gente comentava nos vídeos, criticando, mas não liguei e graças a Deus está indo bem”, falou.

Apesar do sucesso, ele ainda não tem rentabilidade para impulsionar um negócio e pena para pagar dívidas antigas. “Quero muito um dia poder criar uma loja e vender meus chinelos”, confessa.

Sandálias com bordados de pérolas
Adalto diversifica produtos e já criou própria marca com sonho de abrir uma loja. Foto: Arquivo pessoal

Mas o que mais o motiva é o objetivo de poder um dia ajudar a sua mãe, que criou os sete filhos sozinha e com muitas dificuldades. “Foi uma luta para chegar até aqui sem desistir para um dia poder ajudar a minha família“, finalizou.

Foto-selfie de filho com mãe idosa sentados em calçada
Adalto sonha em poder ajudar a mãe. Foto: Arquivo pessoal

Adalto, pé no chão que sua caminhada ainda vai te levar muito longe!

Selo Conteúdo Original Razões para Acreditar

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM










Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,810,195SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Com impressão 3D, brasileiro cria próteses infantis que resgatam a autoestima das crianças

Nascer sem ou eventualmente perder algum membro do corpo ao longo da vida é complicado para pessoas de qualquer idade. Mas sempre há uma...

Jovem fotógrafo de 14 anos faz auto-retratos surreais que revelam seus medos e sonhos

Sabemos que a adolescência é uma fase conturbada, cheia de dúvidas e questionamentos. Sabemos também que muitos desses jovens exteriorizam suas dúvidas e questões...

[VÍDEO] Mãe dá à luz intubada, vence a Covid e vê seu bebê pela primeira vez

Enquanto estava grávida, Lorena teve 100% dos pulmões comprometidos por causa da Covid-19. Com 28 semanas de gravidez, ela precisou ser intubada e, com...

Avante, mulheres! Projeto incentiva a presença de mais mulheres em agências de publicidade

É difícil encontrar uma agência de publicidade onde existam mais mulheres do que homens. O ambiente é um reduto altamente masculino, e por isso, Gabriela...

O agricultor que montou sozinho uma agroindústria para produção de sucos de fruta orgânicos

Por Web Rádio Água O uso indiscriminado de agrotóxicos na agricultura acarreta muitos problemas e pode se agravar ainda mais caso não respeite as normas...

Instagram

Alvo de preconceito, artesão que faz chinelos bordados dá a volta por cima e cria a própria marca 3