Jovem se solidariza com desconhecido no metrô de Porto Alegre e história viraliza na web

O Walter Karwatzki publicou no seu Facebook um relato sobre um jovem que foi extremamente solidário com um desconhecido no metrô de Porto Alegre. O post teve mais de 70 mil curtidas e mais de 8 mil compartilhamentos. Podemos dizer com toda certeza que é um exemplo para todos nós de desapego a bens materiais e de ajuda ao próximo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Outra noite voltando de Novo Hamburgo, de metrô, este jovem me chamou a atenção por não estar usando uma roupa “quente”, pois a noite estava muito fria. Deu para notar um sotaque muito forte castelhano”, escreveu Walter.

O rapaz é de Pirapólis, cidade que fica a 97 km de Montevidéu, no Uruguai. “Eu quis saber se ele não estava com frio e ele respondeu que sim, mas tinha vindo de Florianópolis e não tinha trazido roupa de frio.”

Na Estação Unisinos, um jovem estudante que parecia estar retornando para casa sentou-se ao lado de Walter e do rapaz. “A mesma pergunta o “uruguaio” fez ao estudante. Não, obrigado, eu não uso pulseirinhas”, conta Walter.

A viagem continuou e, quando o estudante se levantou para desembarcar, ele perguntou ao rapaz se não estava com frio. Já de pé, o jovem deixou a mochila no chão e retirou o blusão que estava por cima da sua camisa para dar ao rapaz.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Na estação Niterói o rapaz estudante desceu e eu e o jovem ficamos a nos olhar. Ele vestiu o blusão com cuidado e ficou me olhando, rindo e balançando a cabeça. Eu não sabia o que dizer.”

Walter ficou se perguntando quem são essas pessoas, ou melhor, anjos, desapegados a bens materiais. “O que faz um jovem agir assim com um semelhante, estranho?”

Ele não conseguiu fotografar o momento que o estudante dá sua blusa para o rapaz se proteger do frio. “Como eu já tinha, sabe-se lá por que, fotografado o jovem uruguaio de camiseta regata, deixei ele se vestir com o blusão que ganhou e o fotografei. Foi até bom eu não ter tentado fotografar o rapaz que deu o blusão, pois anjos não se fotografam”, finaliza.

Leia o relato na íntegra:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Outra noite voltando de Novo Hamburgo, de metrô, este jovem me chamou a atenção por não estar usando uma roupa “quente”, pois a noite estava muito fria. Ele me perguntou se eu gostaria de comprar umas pulseirinhas que ele fazia e eu disse que não. Deu para notar um sotaque muito forte castelhano. Eu perguntei de onde ele era ele respondeu: Pirapólis, Uruguai. Eu disse que conhecia e ele fez uma cara engraçada de espanto. Eu quis saber se ele não estava com frio ele respondeu que sim, mas tinha vindo de Florianópolis e não tinha trazido roupa de frio. Na estação Unisinos entrou outro rapaz que ao que tudo indicava era um estudante retornando para casa, e sentou-se próximo a nós. A mesma pergunta o “uruguaio” fez ao estudante. Não obrigado, eu não uso pulseirinhas. A viagem continuou e o jovem estudante se levantou para preparar o seu desembarque e perguntou ao jovem uruguaio se ele não estava com frio, este respondeu que sim, que estava com “mucho” frio. O rapaz estudante, já em pé, colocou a mochila no chão, tirou a jaqueta em um gesto que jamais eu tinha visto, retirou o blusão que usava por cima de uma camiseta e deu o blusão ao jovem que ficou sem saber o que fazer, assim como eu. Na estação Niterói o rapaz estudante desceu e eu e o jovem ficamos a nos olhar. Ele vestiu o blusão com cuidado e ficou me olhando, rindo e balançando a cabeça. Eu não sabia o que dizer. Na minha cabeça só pensamentos malucos como um anjo que estuda a Unisinos e anda no metrô! Que desprendimento daquele jovem tem com coisas materiais! Quem são estas pessoas? O que faz um jovem agir assim com um semelhante, estranho? Não consegui fotografar o momento que ele tira o blusão. Como eu já tinha, sabe-se lá por que, fotografado o jovem uruguaio de camiseta regata, deixei ele se vestir com o blusão que ganhou e o fotografei. Foi até bom eu não ter tentado fotografar o rapaz que deu o blusão, pois anjos não se fotografam.”

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,562,206SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Cachorro invade missa e reação do padre encanta a internet

Um cachorro foi filmado por fiéis da Paróquia de Nossa Senhora das Dores, em Belo Horizonte (MG), aprontando todas com o padre, durante uma...

Limpador de ônibus não tem celular, mas já devolveu 5 que encontrou no Ceará

"Eu me sinto feliz, porque você tá devolvendo algo que é da pessoa"

Adultos com paralisia podem voltar a andar com esse dispositivo

Quando um acidente de bicicleta quebrou as costas de Steve Sanchez uma década atrás, ele ficou paralisado instantaneamente. Ele anda de cadeira de rodas desde então....

14 lições que devemos aprender com o casal mais duradouro do mundo

Zelmyra e Herbert Fisher quebraram o recorde mundial do Guinness pelo o casamento mais duradouro. Eles se casaram no dia 13 de maio de 1924 e...

Padre celebra casamento em Libras e emociona casal de surdos: “anjo da guarda”

Wilson viajou quase 800 km para abençoar a união do casal. Ele realizou a celebração na Língua Brasileira de Sinais (Libras), e emocionou os noivos e convidados!

Instagram