Paraguaia que trabalhava como pedreira para pagar faculdade se torna advogada: ‘Anos de luta’

Desde a adolescência, a estudante paraguaia Magalí Giménez, hoje com 24 anos, trabalhou como pedreira para pagar seus estudos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Aos 17, a jovem, que é de família humilde, ingressou no curso de Direito em uma universidade particular e pagava as mensalidades com os bicos que fazia na vizinhança.

Recentemente, Magalí conquistou o diploma e hoje é uma advogada completa em San Estanislao, cidade no coração do Paraguai. Agora, ela pode realizar o antigo sonho de ajudar a família, provendo-lhes a qualidade de vida que nunca tiveram antes.

jovem trabalhou como pedreira pagar estudos e virar advogada

Em um post compartilhado no Facebook, Magalí contou sua história e mencionou que tem muito orgulho de seu desempenho acadêmico.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Como sua família não tinha condições de cobrir as despesas que a faculdade exigia, ela começou a trabalhar como pedreira em diversos canteiros de obras da cidade. Seu primeiro trabalho foi como ajudante de obras do pai, que é pedreiro há décadas.

jovem trabalhou como pedreira pagar estudos e virar advogada

“6 anos atrás isso parecia inatingível, muitas pessoas até me disseram que eu não conseguiria. Apesar disso e como muitos jovens, decidi não desistir e ser persistente “, disse a estudante.

jovem trabalhou como pedreira pagar estudos e virar advogada

“Ainda me vem à memória aquele dia em que tive de pagar a primeira mensalidade da faculdade e não sabíamos como iria conseguir. Como o meu pai é pedreiro também, decidimos que para chegar a essa quantia ele não ia colocar ajudante e eu decidi ajudá-lo nesse trabalho…. Meus irmãos mais novos e eu decidimos trabalhar duro por vários meses para poder pagar essa mensalidade”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Hoje só tenho gratidão à minha família e a todas as pessoas que se tornaram anjos na minha vida para que hoje eu possa ser oficialmente advogada”.

Apesar dos muitos obstáculos durante sua formação acadêmica, Magalí afirmou que “dão a este dia o sabor mais glorioso que poderia ter”, acrescentou.

A paraguaia também deu um conselho para outros jovens que passam pela mesma situação que ela.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Só posso dizer que não desistam e que consegue quem perseverar. Juro perante Deus e a Pátria! Advogada inscrita no Supremo Tribunal de Justiça. Eu fiz isso!”, concluiu.

Junto à Stone, viajamos o Brasil para mostrar negócios que muita gente acha que não daria certo na nossa terrinha – e dão! Veja o 8º EP da websérie E se fosse no Brasil?

Fonte: La Nación
Fotos: Arquivo pessoal

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM







Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,956,757SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem paraplégico e morador de abrigo passa no vestibular da UFRGS

Estudante de 21 anos que foi atingido por bala perdida vai estudar Ciência da Computação.

Cientistas criam vacina em adesivo mais eficaz que seringa que promete evitar dor da injeção

Pesquisadores de duas universidades dos Estados Unidos desenvolveram um tipo de vacina em forma de adesivo, criada por impressoras 3D, que podem oferecer mais...

Diretora de escola nos EUA diminui o número de faltas dos alunos lavando suas roupas sujas

Quando falamos em uma escola participativa, em que alunos, professores, pais e funcionários conversem entre si para resolver as questões do universo educacional, é...

Ensaio em terreiro de Umbanda com pais grávidos celebra o amor pelo bebê e pede respeito

Natasha e Gabriel são praticantes da Umbanda, religião que mistura crenças e rituais africanos, indígenas e europeus, e, por isso, decidiram registrar a comemoração...

Mãe envia jantar e emociona filha em pleno voo

Essa ação me lembrou um pouco quando saí da casa dos meus pais e vim pra São Paulo, eles preferiram não ir ao aeroporto...

Instagram