Jovem de 24 anos decide vender pano de chão para ser o próprio chefe

Não sei mesmo qual é a das pessoas que diminuem o trabalho dos outros gratuitamente. Mas a história é a seguinte: Smith trabalhou com carteira assinada durante um tempo, mas depois de ser dispensado do seu antigo emprego, começou a vender panos de chão e prato.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em São Gonçalo, Rio de Janeiro, todo mundo conhece o Junior de Oliveira Medeiros por Smith: sim, igual ao Fresh Prince Of Bel-Air, segundo ele, porque tinha o mesmo corte de cabelo na adolescência.

Leia também: Projeto incentiva a recolocação no mercado de trabalho para pessoas com mais de 50 anos

É conhecido como Smith dos Panos em São Gonçalo e em Niterói, graças ao grupo do Facebook Plantão em Foco Niterói, que ajudou o rapaz de 24 anos a divulgar seu negócio quando estava no começo.

jovem vende pano chão próprio chefe

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

jovem vende pano chão próprio chefe

“Eu conversei com a minha mãe e falei ‘pô, mãe, não quero trabalhar mais pra ninguém. Eu quero ter o meu próprio negócio. Pra mim ser reconhecido pelo meu trabalho’”, disse Smith ao Razões para Acreditar.

Trabalhador brasileiro, trabalhador… Certo dia Smith ouviu de uma menina: “Você tem vergonha de vender isso não menino? Aí eu disse pra ela! Vergonha seria eu tá roubando um pai de família que sai pra trabalhar 5:00 hrs da manhã pra levar o sustento pra casa dele…”

“Eu penso super diferente, Daniel. Cara, eu trabalho pra caramba! Eu saí da casa dos meus pais. Hoje em dia eu moro sozinho.”

jovem vende pano chão próprio chefe

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também: Vendedor de água virou palestrante e vai para Harvard

Trabalhador brasileiro, trabalhador… Smith tem um ponto fixo, em frente à farmácia onde trabalhou durante nove meses, em Niterói, na esquina da Avenida Sete de Setembro com a Rua Dom Bosco, no bairro Santa Rosa Icaraí.

jovem vende pano chão próprio chefe

Leia também: ‘Moleques do Morango’ viralizam após não abaixarem a cabeça para zoação

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Smith trabalha de segunda a sábado: abre a loja (sim, ele chama de loja!) às 9h e fecha por volta das 19h, com exceção dos sábados, quando fecha às 17h. Num dia bom de trabalho Smith faz 150, 200 reais.

“O dono da farmácia autorizou eu trabalhar aqui em frente da farmácia. Eles me ajudaram bastante, entendeu? Antes de trabalhar assim, eu trabalhava andando em vários pontos de Niterói e outras regiões por aqui mesmo.”

jovem vende pano chão próprio chefe
Smith aceita pagamento no cartão!

Conselho de empreendedor real oficial: pega a visão! 🤓

“Vocês que são jovens, que acham que emprego está difícil, vocês estão certos. Existe várias formas de trabalho, quais? Vendedor de água, vendendo bala, trabalhar fazendo bolo de pote ou até mesmo vender sacolés de porta em porta. Mas nunca deixe ninguém matar o sonho de vocês, se eu posso vocês também podem… Meu conselho é não desistir nunca, a palavra é perseverança. Não há nada mais absoluto que um dia após outro, dia após dia, tente. Não desista jamais dos seus objetivos.”

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

jovem vende pano chão próprio chefe

crédito das fotos: Reprodução/Instagram @smith_dos_pano

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,782,693SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Tatuadora resgata a autoestima de mulheres sobreviventes do câncer

Às vezes a vida nos prega peças que, de início, nos fazem titubear em busca de respostas. Foi num acaso do destino que a...

Estudante quilombola da Bahia é aprovada em Medicina na UFPEL após dois anos de estudos

Foram dois anos de muito estudo e dedicação até a notícia que Carlúcia Alves Ferreira, 21 anos, tanto esperava: a jovem, que vive na comunidade...

Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná

Mais de uma década estudando na rede pública de ensino, horas de estudos investidas em detrimento da farra e da procrastinação, pais dedicados a...

Jovem que vende água em sinal se emociona ao ganhar sapatos novos e isopor

O jovem é catador de latinhas e com dinheiro que ganha, compra água e vende no sinal vestido de garçom.

A reação desse adolescente de 16 anos ao ser aprovado em Harvard não tem preço

Depois de se formar, ele quer abrir uma organização sem fins lucrativos para ajudar as crianças de sua comunidade a chegar aonde ele chegou.

Instagram