“O judô mudou a vida da minha filha! Ela começou a se enxergar de outra forma e sua autoestima levantou”

0
354
duas atletas de judô lutam em tatame

“O Instituto Reação chegou na vida da Emily no momento em que eu achei que a gente não ia conseguir romper barreiras”, diz Cláudia dos Santos, mãe da Emily, atleta de judô do Instituto Reação, polo de Cuiabá (MT).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Emily tinha autoestima baixa e em certos momentos perdeu a vontade de estudar. Tudo isso começou a mudar quando Cláudia, aconselhada pelo padrasto de Emily, decidiu colocá-la no Instituto Reação, dois anos atrás. 

“Contei a história da Emily e eles abraçaram a causa. Eu só tenho gratidão ao Instituto Reação por ter aberto as portas para a minha filha e por não desistir dela, como não desiste de nenhuma criança. Um ajudou o outro e todos nós ajudamos a Emily!”, agradece Cláudia.

O Instituto Reação é uma iniciativa do medalhista olímpico Flávio Canto e recentemente passou a contar com o apoio de Sucrilhos® e seu lendário mascote, o Tigre Tony™, para impactar positivamente mais vidas como a de Emily. 

atletas de judô em ajoelhados em tatame
Parceria beneficiará mais de mil jovens do projeto. Foto: Reprodução

Tony sempre demonstrou em diversas campanhas a garra de vencer, despertando o tigre que existe em cada um de nós, então a parceria com o Instituto Reação vem justamente para reforçar o poder da transformação social por meio do esporte.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Mãe, eu sou a menina mais linda do mundo”

Cláudia até brinca que às vezes tem que mandar Emily sair da frente do espelho.

“Senti que a Emily começou a mudar a partir do momento que ela começou a fazer o judô. O Instituto Reação trouxe as ferramentas e ela soube manusear cada uma delas do jeito certo.  Ela chega em casa com o cabelo todo cacheado e fala: ‘Mãe, eu sou a menina mais linda do mundo’”, conta Cláudia.

“A Emily era uma criança muito tímida. Agora ela está bem conversadeira, conversando até demais (risos). Em casa, ela é o meu braço direito. A minha filha mais velha saiu de casa e ela ocupou esse lugar. Me ajuda com os cuidados da casa e é uma menina estudiosa”, acrescenta.

“Uma barreira na vida dela era ter amizades”

Emily também tinha dificuldades para fazer amizades. Com o apoio dos seus mestres e de outros professores que a aconselham dentro e fora do tatame, essa barreira foi superada!

“Ela falava que não queria ter amigos porque tinha medo de se aproximar de alguém e escutar o que ela já havia escutado sobre o seu corpo. Hoje, ela fala o tempo todo que tem amigas. Todo mundo no Instituto Reação é amigo dela. Pra mim, isso é um ponto super positivo!”, destaca Cláudia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Realizei meu sonho através da minha filha”

Emily foi um dos seis atletas escolhidos entre os mais de 470 alunos do núcleo de Cuiabá para participar do torneio Inter-Reação, realizado no Rio de Janeiro, no mês de setembro. 

“O judô mudou a vida da minha filha! Ela começou a se enxergar de outra forma e sua autoestima levantou” 1
Emily com outros atletas do Instituto Reação. Foto: Reprodução

“O Inter-Reação foi apenas o primeiro passo para alguns mostrarem, pela primeira vez, as garras que estavam escondidas. Além da competição, os pequenos tigres também tiveram a oportunidade de trocar vivências de diferentes localidades, sendo que alguns estavam no Rio de Janeiro pela primeira vez”, lembra Cristina Monteiro, diretora de marketing da Kellogg.

O evento proporcionou sua primeira viagem de avião. A realização de um sonho: dela e de sua mãe. 

“Quando a Emily foi chamada para o Rio de Janeiro, eu fiquei deslumbrada porque achava que ela não passaria de Cuiabá pra lugar nenhum. É uma alegria que não tem medida, pois, meu sonho era ser atleta. Então, eu vejo meu sonho sendo realizado através da minha filha. Essa sede de estar no tatame, de querer ser faixa preta, é a mesma vontade que eu tinha quando era criança. É como me ver nos olhos dela”, comentou Cláudia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“O judô mudou a vida da minha filha! Ela começou a se enxergar de outra forma e sua autoestima levantou” 2
Foto: Reprodução

Emily conquistou a medalha de ouro na categoria até 58kg e o caminho para chegar ao lugar mais alto do pódio deixou tudo ainda mais especial!

“Quando nós vimos a Emily ganhando duas lutas, sabendo que uma semana antes ela tinha sofrido uma lesão em um dos braços, foi uma explosão de sentimentos! Não tem dinheiro que pague vê-la vencendo no tatame do Rio de Janeiro”, concluiu Cláudia. 

Muito linda a jornada da Emily, né? Voaaaa, garota!! ?

Sucrilhos® e o esporte como ferramenta de desenvolvimento

A parceria de Sucrilhos® com o Instituto Reação funcionará por meio de três pilares: posicionamento do judô como ferramenta de integração social, capacitação de jovens para o mercado de trabalho e doação de alimentos por meio do programa Dias Melhores, plataforma de ESG Kellogg Company, companhia detentora da marca Sucrilhos®

Em outubro de 2022, a Kellogg divulgou o seu relatório anual de responsabilidade social referente às ações do último ano. O material, que pode ser acessado na íntegra aqui, indica outras ações da Companhia no Brasil, como:

– Doação de 5.291.937 porções de alimentos só no Brasil; 

– 4,6 bilhões de porções de cereais fortificadas com ferro e vitaminas (D e B), consumidas no México e no Brasil.

Este será um dos principais projetos de Sucrilhos® para os próximos meses e evidencia a evolução do seu posicionamento, que passa a olhar o esporte também como plataforma de transformação social, direcionado, principalmente, aos jovens, também chamados de “Pequenos Tigres”

“O judô mudou a vida da minha filha! Ela começou a se enxergar de outra forma e sua autoestima levantou” 3
Foto: Reprodução

“A parceria com o Instituto Reação vem justamente para reforçar o poder da transformação social por meio do esporte. Em seus quase 20 anos de atuação, a organização promoveu e ainda faz um trabalho que impacta não somente os participantes, mas também as regiões em que atuam. São muitas vidas modificadas por meio do esporte”, completa a executiva.

“O fato de terem escolhido o Reação para fazer essa parceria a longo prazo vem também como uma pré-comemoração dos 20 anos do Instituto, que completaremos em 2023. Tenho certeza de que, juntos, conseguiremos despertar diversos tigres”, comemorou Flávio Canto.

“O judô mudou a vida da minha filha! Ela começou a se enxergar de outra forma e sua autoestima levantou” 4

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.