Juiz vai até a casa de idosa para lhe conceder aposentadoria

Um  caso incomum aconteceu há alguns meses, onde um juiz foi até a casa de uma senhora de 100 anos para conceder aposentadoria a ela.

O caso incomum aconteceu em Itapuranga, município de 27 mil habitantes no interior de Goiás, a 165 quilômetros da capital Goiânia. O juiz Thiago Cruvinel Santos foi até a residência da lavradora centenária Alvarina Maria de Jesus.  

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O juiz colheu o depoimento da idosa, ouviu testemunhas e concedeu na hora a ela o direito de receber dois benefícios: a conversão do amparo assistencial (Loas) para a aposentadoria e a pensão pela perda do companheiro, que morreu há 17 anos de câncer. As informações foram divulgadas pelo site do Tribunal de Justiça de Goiás.

Leia também: Vídeo de estagiário do Giraffas ajudando deficiente a comer viraliza na web

A lavradora contou ao magistrado que sempre morou na roça e que trabalhava cuidando de plantações, criava as galinhas e ficava responsável por todo o serviço da casa.

“Sou uma mulher que viveu muito, vi coisas e sofri todo tipo de privação, junto ao meu marido, meus filhos e meu neto. Mas, sou pessoa de fé. Acredito em Deus, na vida, no ser humano. Hoje, aqui, na minha casa, estou vendo de perto a Justiça ser feita”, disse Alvarina, que é diabética e tem problema de circulação nas pernas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

João Jesus, amigo da família de Alvarina e testemunha dela ficou surpreso com a ação da justiça.

“Achei muito bonita essa iniciativa, nunca imaginei que ia ver isso de perto um dia. Um juiz se deslocar do gabinete dele para vir na casa de uma pessoa humilde assim como a Alvarina, que realmente precisa desses benefícios. Nem tenho palavras para falar da minha alegria e contentamento”, afirmou.

O juiz Thiago Cruvinel disse que a missão do julgador não pode estar restrita à letra fria da lei.

“É impossível não nos sensibilizarmos com a situação de uma pessoa de 100 anos que precisa ser atendida com urgência e ter direitos básicos garantidos legalmente para que possa usufruir, com um pouco de dignidade, dos anos de vida que lhe restam.”

Via Só Notícia Boa. Fotos: Aline Caê/TJ-GO

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta aqui? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,067,715SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Em sua exposição, Marina reencontra um grande amor depois de 23 anos

Nos anos 70, Marina Abramovic viveu uma intensa história de amor com Ulay. Durante 5 anos viveram num furgão realizando todo tipo de performances....

Cobrador de ônibus que fala 10 idiomas sonha trabalhar em consulado

A história do cobrador de ônibus Edmilson Antonio Silva, de 44 anos, morador de Petrópolis (RJ) ganhou as redes sociais no mesmo dia do...

Idosa fica desolada após ter produtos apreendidos e internautas fazem vaquinha para ajudá-la (TO)

A dona Raimunda sobrevive vendendo lanches na rua, em Palmas (TO). Fiscais da Prefeitura apreenderam todos seus produtos, até um pano de prato que ela tinha acabado de comprar. Desolada, está sem trabalhar desde o acontecido.

‘quem disse, berenice?’ cria plataforma para ajudar maquiadores autônomos que estão sem trabalhar

Os 600 maquiadores cadastrados vão receber um cachê da marca, independente dos agendamentos realizados. 

Instagram

Juiz vai até a casa de idosa para lhe conceder aposentadoria 2