Em vídeo fofo, jumentinho ‘chora de alegria’ ao ver sua dona; assista

0
3230
selfie agricultora jumentinho

Genteee, conheçam a linda história do jumentinho Gilmarinho e sua dona, a agricultora Malu, de Tauá, interior do Ceará.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O Gilmarinho é só um dos mais de 50 animais que ela já resgatou. A agricultora passa por dificuldades e deixa até mesmo de comer para conseguir alimentar os seus bichinhos.

Lançamos sua vaquinha na VOAA para a criação do Instuto Gilmarinho. Clique aqui e contribua. Seu amor pelos animais é genuíno, comovente!

View this post on Instagram

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Olhem o trabalho lindo do talentoso @jeff_lhama Muito obrigada pelo seu carinho 🐾💙🐮 Passando para lembrar que agora temos Twitter @IGilmarinho

A post shared by Santuário Gilmarinho (@santuariogilmarinho) on

Ela ‘conhece’ o jumentinho desde filhote

Malu tem 58 anos e a vida toda lutou pela causa animal. Ela mora em uma casa emprestada na zona rural da cidade.

E foi lá que encontrou o Gilmarinho, a quem ela chama carinhosamente de filho.

Infelizmente, há alguns meses ela perdeu o seu grande companheiro. Gilmarinho teve uma infecção e Malu não tinha condições de arcar com o tratamento: ela precisava de R$2 mil para o tratamento dele.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

mulher e seu jumentinho
Foto: Arquivo Pessoal

Até hoje ela se culpa pela morte do jumentinho, tadinha!

Nesse vídeo, ela registra todo o amor que existia entre eles e teve forças para agora tentar criar o Instituto Gilmarinho. Para ajudá-la, clique aqui e contribua com a sua vaquinha.

Assista o vídeo e se emocione com a alegria desse fofo jumentinho:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Vaquinha para Malu criar o Instituto Gilmarinho. Clique aqui e contribua.

Malu deixa de comer para alimentar os animais. Sua casa não tem banheiro e nem saneamento básico

A casa de Malu não possui banheiro e nem saneamento básico. Ela sobrevive de doações e lamenta a perda de vários animais (ela chama de “filhos”) por não ter condições de pagar consultas.

Pra você ter ideia, Malu deixa de comer para alimentar os animais. Ela e o marido, seu Paulo, são agricultores e não possuem renda e nenhum auxílio.

Hoje, Malu abriga 58 gatos, 16 cachorros, 4 jumentos, além de galinhas e porcos. Mas como são muitos bichos, constantemente Malu é expulsa das casas onde consegue moradia.

cães e gatos
Foto: Arquivo pessoal

Vaquinha para o Instituto Gilmarinho

A história de Malu chegou até nós pela empresária Louise Patrício. Ela se apaixonou pela agricultora após ver o vídeo de Malu com o jumentinho.

View this post on Instagram

De um dia maravilhoso

A post shared by Malu Silber (@malusilber) on

A Louise orçou casas próximas à Fortaleza, onde Malu tem família, e encontrou um sítio completo para ela, o marido e os animais viverem bem.

Para conseguir comprar o sítio e criar o Instituto Gilmarinho, clique aqui e contribua com a sua vaquinha.

Em vídeo fofo, jumentinho 'chora de alegria' ao ver sua dona; assista 1
Foto: Arquivo pessoal

 

Vaquinha para Malu criar o Instituto Gilmarinho. Clique aqui e contribua.

Idosa caminha 3 km para tomar banho no rio e fazer suas necessidades

Só para conseguir falar com a gente, Malu precisou caminhar tudo isso, já que onde ela vive é bem isolado e não tem internet, muito menos sinal.

Em suas caminhadas, ela arrisca sua saúde, pois já sofreu dois infartos 1 AVC.

porco e galinhas
Foto: Arquivo pessoal

Vamos ajudar Malu a cuidar dos seus animais resgatados em memória do Gilmarinho? Clique aqui e faça sua doação.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.