Lais Souza emociona ao ficar de pé pela primeira vez após acidente

Lais Souza, ex-ginasta, ficou em pé pela primeira vez com a ajuda de um estabilizador, durante uma sessão de fisioterapia. A jovem de 28 anos ficou tetraplégica em 2014, quando sofreu um acidente de esqui ao treinar para os jogos de invernos do mesmo ano.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O estabilizador, chamado Ortho Walk, foi desenvolvido pela clínica em que ela se trata, a Ortho Campus.

A evolução foi postada pela jovem em sua conta no Instagram, que recebeu um abraço de seu fisioterapeuta, visivelmente emocionado!

“Um dos dias mais felizes da minha vida foi hoje e eu devo isso a #ortocampus que criou o #ortowalk”  escreveu Lais.

Nos Jogos Olímpicos do Rio em 2016, Lais utilizou uma cadeira de rodas especial para ficar de pé e conduzir a tocha olímpica. Mas dessa vez, ela conseguiu ficar ereta sem a ajuda de nenhum aparelho!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

View this post on Instagram

Treina fuba treinaaaaa #estacio #clinicaacreditando @neymarjr @dodamiranda

A post shared by Lais Souza (@lalikasouza) on

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Veja o vídeo:

Fotos: Reprodução

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,636,434SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Mulher encontra colega de escola morando na rua e viciado em drogas, e promove campanha para tratamento

Era começo de outubro quando um homem aparentemente viciado em drogas, alto, com olhos esbugalhados, rosto esquálido e macacão sujo, abordou a enfermeira Wanja...

Médica faz festinha de aniversário para garoto durante troca de sangue

Sem a troca de sangue, o garoto corre o risco de ter um AVC isquêmico.

Mães se mobilizam para ajudar dona de casa e filha com microcefalia que comem de favor

Publicamos ontem (5) no Instagram do Razões a história da jovem mãe Jéssica Lima, 26 anos, de Recife (PE). A filha de Jessica, Brenda, tem...

Escola no meio da floresta incentiva crianças a explorarem tudo ao seu redor

Na Alemanha, uma escola funciona no meio da floresta e todas as atividades são ao ar livre e os brinquedos são ferramentas, como facas e...

Mulher com câncer que sofreu preconceito doa máscaras coloridas para pacientes

A Priscila Machado transformou o preconceito que sofria em um lindo projeto que traz um novo olhar para a máscara de proteção usada por pessoas imunossuprimidas em virtude de tratamentos.

Instagram