“Encontrei a liberdade aceitando que sou um homem trans”; veja vídeo

0
435
homem trans sem camisa após retirada dos seios

Tato Fornazieri é um homem trans e trabalha como entregador de comida por aplicativo numa bicicleta em São Paulo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ele aprendeu a pedalar aos 4 anos de idade, ensinado pelo pai, que tinha uma ótima relação com Tato e só queria ver o filho feliz enquanto estava vivo.

Pra ele, não existia diferença de gênero ou sexualidade. Era tudo sobre amor. Ele tinha uma cabeça muito aberta. Ligava mais para o coração da pessoa”, conta Tato

Em 2021, Tato, que na infância já se questionava sobre não não poder viver como outros meninos, fazendo as mesmas coisas, como jogar futebol e andar de skate ou de bicicleta, finalmente, fez a cirurgia de retirada das mamas.

entregador de aplicativo em cima de bicicleta na rua
Tato é um homem trans e trabalha como entregador de aplicativo desde 2014. Foto: @studio_pollen

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ele sempre acreditou que esse dia chegaria, mais cedo ou mais tarde. O Razões serviu como grande inspiração para que não desistisse, tanto que chegou a colar um papel na sua bicicleta com a frase “Razões Para Acreditar. Eu tenho”.

“Eu sentia que estava tudo errado no meu corpo. Não é só uma cirurgia, mas uma coisa que sai de dentro de você. É uma sensação total de liberdade. Eu tenho o direito de viver isso”, diz ele.

Pedalar é uma coisa que fez bem para Tato durante toda a sua vida e continua fazendo até hoje.

O sobe e desce de ruas e avenidas traz uma memória afetiva da sua infância pedalando junto com pai e, talvez por isso mesmo, ame tanto trabalhar como entregador em cima de uma bicicleta.

Mais sobre a sua paixão pelo ciclismo, a relação com a mãe dele, que ainda está processo de entender a sua transição, e sua expectativa para o futuro de pessoas trans, você confere no vídeo abaixo:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Curtiu o vídeo? Siga @originalrazoes para assistir a todos os vídeos originais do Razões!

“Encontrei a liberdade aceitando que sou um homem trans”; veja vídeo 2

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.