Início SOCIAL Cidadania Menina aprende libras para se comunicar com pais deficientes auditivos

Menina aprende libras para se comunicar com pais deficientes auditivos

A pequena Manuela Armstrong Martins, de 2 anos, começou a aprender a Língua Brasileira de Sinais (Libras) ainda bebê com sua mãe, Thatyane Martins, que é deficiente auditiva. Manuela tem a fala desenvolvida e ouve perfeitamente, e está aprendendo Libras para poder se comunicar efetivamente com seus pais. Eles afirmam já não haver mais barreiras na comunicação na família, que mora na capital sul-mato-grossense, Campo Grande.

Ralf Amorim Armstrong, 34, pai da garota, conta que ficou emocionado ao ver a filha se comunicar em libras pela primeira vez, quando ela nem tinha comemorado seu primeiro ano de vida:

Menina aprende libras para se comunicar com pais deficientes auditivos
Manu, de apenas 2 anos conversa em libras com a família. Foto: Reprodução TV Morena

“A primeira vez eu estava lavando louça quando a Manu chegou em mim e me chamou de ‘papai’ em libras. Depois disso, ela só foi se aperfeiçoando”, disse.

Leia tambémMédico estudou Libras para se comunicar com pacientes surdos

O pai de Manuela diz que ficou muito feliz, sobretudo porque viu o esforço da sua filha em aprender a linguagem, ainda tão pequena. Thatyane começou a ensinar Manu quando ela ainda estava de colo, assim como aconteceu com Thaminy, de 13 anos, que também nasceu com a audição perfeita.

Menina aprende libras para se comunicar com pais deficientes auditivos
Antes mesmo de completar seu primeiro ano, Manuela começou a aprender libras para comunicar-se com os pais. Foto: arquivo pessoal

Em um depoimento traduzido por sua filha adolescente, Thatyane conta que precisou se adaptar para entender a demanda das filhas, como fome e sede, já que não podia escutá-las chorando.

“Como não ouvia a Manu chorar quando era bem pequena eu tive que colocá-la para dormir comigo e assim passei a entender os horários que ela acordava, mamava e até mesmo para dar banho nela. Chegou um ponto em que ela já não chorava para chamar minha atenção, ela me puxava”, relembra.

Leia tambémDeficientes auditivos são capacitados para tirar CNH com aulas em Libras gratuitas

Thaminy é a responsável pela tradução da linguagem de sinais dos pais em casa. Ela conta que Manuela aos poucos está aprendendo a se comunicar em Libras, a começar pela identificação dos animais e objetos, e que, do jeito dela, fala com os pais.

Menina aprende libras para se comunicar com pais deficientes auditivos
Thatyane conversa em libras com filha de dois anos. Foto: Reprodução / TV Morena

Para a mãe, saber que os filhos podem ouvir e falar perfeitamente não representa, de forma alguma, uma dificuldade para os pais surdos, mas justamente o contrário: “É um presente de Deus para deixar a vida de todos mais bonita”.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: G1

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

982,391FãsCurtir
1,679,634SeguidoresSeguir
8,247SeguidoresSeguir
11,000InscritosInscrever

+ Lidas

Designer da UFMG cria embalagem sustentável de pasta de dente que pensa fora da caixa – literalmente!

Um projeto acadêmico liderado por Allan Gomes, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), repensa a maneira como as embalagens são dispostas aos consumidores...

Mãe pede pizza só para ver o filho entregar no primeiro dia de trabalho

Lindo gesto de amor da mãe para incentivar o filho no novo trabalho!

Pesquisadora de Manaus desenvolve plástico biodegradável a partir do cará

Quem já comeu sabe o quanto o cará é saboroso. O tubérculo, que é bem parecido com o inhame, é rico em fibras e...

Casal gay adota bebê com HIV que foi rejeitada por 10 famílias

Pouco depois de nascer, Olivia foi abandonada em um orfanato. Na fila de adoção, foi rejeitada por 10 famílias. O motivo? A menina é...

Pesquisadores do Paraná criam membrana capaz de desenvolver pele e ossos

O futuro da medicina está cada vez mais próximo do presente. No Paraná, pesquisadores da Universidade Estadual de Londrina criaram uma membrana que é...

Instagram