Saiba como esta líder feminista do Malawi fez para anular mais de 850 casamentos infantis

Os dados são assustadores: mais da metade das mulheres em Malawi, na África, acabam se casando antes dos 18 anos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quando, há treze anos, Theresa Kachindamoto foi forçada a trocar o seu trabalho como secretária de uma universidade local pelo posto de chefe no distrito de Dedza, no sul do Malawi, não fazia ideia dos horrores que a aguardavam.

Pouco demorou até descobrir a dura realidade para as jovens malawianas, tornando-se uma líder feminista e ganhando a fama de “a destruidora de casamentos” do país.

“Avisei-os [à população] que, gostem ou não, eu quero que estes casamentos parem”, conta Kachindamoto ao site Al-Jazeera.

Só nos últimos 3 anos, ela já ajudou mais de 850 mulheres e garotas de sua comunidade anulando seus casamentos forçados. E mais que isso, as ajudou a voltar a estudar também, para que tenham um futuro melhor.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Juntamente com isso, também luta contra rituais que iniciam crianças sexualmente.

A questão dos casamentos tão novas é cultural, com os pais permitindo isso para reduzir gastos em casa. O que acaba virando um ciclo vicioso de reduzir a participação ativa da mulher na sociedade, seja com trabalho, educação ou voz. Gerando dados alarmantes de abusos sexuais, doenças como HIV. Tornando o Índice de Desenvolvimento Humano cada vez pior, em vez de melhorar.

Segundo dados do FMI, o Malawi é terceiro na lista de países mais pobres do mundo.

Atuando há 27 anos na área, Kachindamoto já obteve importantes conquistas, como tornar lei a maioridade de 18 para casamentos. Outra lei que vem batalhando é para impedir que meninas de 12 anos fiquem grávidas e quer que a idade legal seja depois dos 21.

O trabalho de Kachindamoto incomoda alguns tradicionalistas que não desejam mudanças e ela já foi até ameaçada de morte, mas ela não tem a mínima pretensão de abandonar a causa, e ainda deixa o recado: “se elas forem educadas, podem ser o que quiserem”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

E finaliza: “Disse aos restantes chefes que isto tem de parar ou serão demitidos”.

Kachindamoto-2

theresa-DEST

theresa-INT

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Theresa-Kachindamoto-750x500

Fonte: Hypeness e Expresso

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,845,820SeguidoresSeguir
24,881SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Escola de idiomas faz alunos aprenderem inglês com idosos de asilo nos EUA

Todos sabemos que a forma mais eficiente de aprender outra idioma é vivenciando e conversando com pessoas nativas, ou seja, moradores típicos do lugar,...

Cão vira babá de um filhote de ovelha

Existe um documentário chamado "Secret Life of Dogs" que mostra cães em histórias fascinantes. Uma delas é do cão Jess, da raça Springer Spaniel,...

Estudante vítima de abuso ganha carro novo de estranho com tumor no cérebro

A estudante de 19 anos ganhou do desconhecido um Toyota Corolla novinho.

Companhia aérea portuguesa promove a arte dos bordados tradicionais em seus aviões

O que você faz quando está em um voo mega longo? Lê? Tenta dormir? Fica no notebook? E que tal apreciar lindos bordados tradicionais? A TAP associa-se...

Homem “pinta” incríveis desenhos pedalando com sua bike e usando um GPS

Ainda bem que diariamente vemos exemplos incríveis de pessoas que conseguem se reinventar e pensar em novas possibilidades de interagir com o meio onde...

Instagram

Saiba como esta líder feminista do Malawi fez para anular mais de 850 casamentos infantis 3
1606824546