Saiba como esta líder feminista do Malawi fez para anular mais de 850 casamentos infantis

Os dados são assustadores: mais da metade das mulheres em Malawi, na África, acabam se casando antes dos 18 anos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quando, há treze anos, Theresa Kachindamoto foi forçada a trocar o seu trabalho como secretária de uma universidade local pelo posto de chefe no distrito de Dedza, no sul do Malawi, não fazia ideia dos horrores que a aguardavam.

Pouco demorou até descobrir a dura realidade para as jovens malawianas, tornando-se uma líder feminista e ganhando a fama de “a destruidora de casamentos” do país.

“Avisei-os [à população] que, gostem ou não, eu quero que estes casamentos parem”, conta Kachindamoto ao site Al-Jazeera.

Só nos últimos 3 anos, ela já ajudou mais de 850 mulheres e garotas de sua comunidade anulando seus casamentos forçados. E mais que isso, as ajudou a voltar a estudar também, para que tenham um futuro melhor.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Juntamente com isso, também luta contra rituais que iniciam crianças sexualmente.

A questão dos casamentos tão novas é cultural, com os pais permitindo isso para reduzir gastos em casa. O que acaba virando um ciclo vicioso de reduzir a participação ativa da mulher na sociedade, seja com trabalho, educação ou voz. Gerando dados alarmantes de abusos sexuais, doenças como HIV. Tornando o Índice de Desenvolvimento Humano cada vez pior, em vez de melhorar.

Segundo dados do FMI, o Malawi é terceiro na lista de países mais pobres do mundo.

Atuando há 27 anos na área, Kachindamoto já obteve importantes conquistas, como tornar lei a maioridade de 18 para casamentos. Outra lei que vem batalhando é para impedir que meninas de 12 anos fiquem grávidas e quer que a idade legal seja depois dos 21.

O trabalho de Kachindamoto incomoda alguns tradicionalistas que não desejam mudanças e ela já foi até ameaçada de morte, mas ela não tem a mínima pretensão de abandonar a causa, e ainda deixa o recado: “se elas forem educadas, podem ser o que quiserem”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

E finaliza: “Disse aos restantes chefes que isto tem de parar ou serão demitidos”.

Kachindamoto-2

theresa-DEST

theresa-INT

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Theresa-Kachindamoto-750x500

Fonte: Hypeness e Expresso

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM








Saiba como esta líder feminista do Malawi fez para anular mais de 850 casamentos infantis 3

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
5,142,486SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Funcionário de hospital faz desenhos com flores do chão e sensibiliza pacientes

O auxiliar de serviços gerais, Valteni da Silva, varre o chão banhado pelas flores de jambo e as transforma em obras de arte.

Jovem enfrenta o fogo e salva 9 coalas na Austrália: ‘Só quero ajudar esses animais’

A Austrália vive um momento turbulento de sua história: uma série de incêndios florestais, que começaram em setembro do ano passado, tem destruído a...

Jovem que ganhou Fusca em rifa feita para pagar faculdade devolve o prêmio para família de SC

Vocês lembram do vovô de Blumenau (SC) que resolveu rifar seu velho Fusca 1976 para ajudar a neta a continuar cursando Medicina? Walter Lautenschlager, 69...

Voluntários de ONG conseguem fotógrafo, vestido e salão para aniversariante carente de 15 anos

Até o início deste ano, a estudante Marina dos Santos Tavares achava que jamais realizaria o sonho de comemorar seus 15 anos com uma...

Tutor come na calçada após restaurante proibir entrada de sua cachorrinha de estimação [VIDEO]

A cadela Bertha é parte integrante de sua família - e se ela não é bem-vinda em qualquer local, então seus tutores também não...

Instagram

Saiba como esta líder feminista do Malawi fez para anular mais de 850 casamentos infantis 4