Dono de livraria é internado em hospital e concorrentes ajudam a manter o negócio aberto

Quando o comerciante Seth Marko precisou ser internado, uma grande rede de solidariedade formada por seus próprios concorrentes decidiram cuidar de sua livraria, que ficaria fechada por várias dias.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O caso aconteceu em San Diego, nos Estados Unidos. Segundo o jornal The Washington Post, Seth foi submetido a uma cirurgia emergencial no fim de janeiro por conta de problemas cardíacos.

Com o dono se recuperando da cirurgia e a esposa, Jennifer Powell, ao lado do marido, prestando-lhe cuidados, a livraria, batizada de “The Book Catapult” (A Catapulta dos Livros, em tradução livre) acabou sendo fechada, sem data para reabertura.

Sabendo do ocorrido, Scott Ehrig-Burgess, dono de uma livraria concorrente em San Diego, a The Library Shop, decidiu fazer algo para ajudar.

Apesar de ter que cuidar da filha de três anos, da casa e de seu próprio empreendimento, Scott assumiu as responsabilidades de Seth até que ele pudesse se recuperar integralmente e voltar à ativa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

The Book Catapult conta com apenas uma funcionária, que por azar do destino, estava de licença médica por ter contraído uma gripe suína.

Scott então teve a ideia de telefonar para todos os seus amigos do ramo de livros para pedir ajuda. “As pessoas ficavam tipo: ‘O que posso fazer para ajudar? Você precisa de alguém para ficar no estabelecimento?'”, contou.

Rivais ajudam comerciante internado e reabrem sua livraria

Ele já tinha uma noção de como a livraria operava pois já havia ajudado Seth em necessidades passadas.

Com a ajuda de oito voluntários, Scott começou a revezar turnos na livraria, e de quebra criou uma campanha de crowdfunding (financiamento coletivo) para ajudar o seu casal de amigos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia tambémLivraria itinerante sobe o morro para estimular leitura entre crianças e jovens no RJ

Julie Slavinsky, uma das voluntárias que se dispôs a ajudar, disse que não vê o local como um concorrente da empresa em que trabalha, muito pelo contrário. “Eu vejo isso como ajudar alguém na comunidade. É uma comunidade se unindo”.

Após recobrar a consciência, depois de passar pela cirurgia, Seth descobriu que sua livraria estava mais ativa do que nunca. “Eu provavelmente chorei um pouco”, confessou. “Cuidar da livraria é como ter um filho. Você coloca muito esforço nisso.”

Numa publicação do Facebook, ele agradeceu o ato de generosidade e solidariedade dos voluntários e do seu amigo Scott, que se dispuseram a ajudá-lo sem receber nada a mais por isso.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Honestamente, a melhor coisa seria nos apoiar como vocês normalmente fazem. Continuem nos fazendo funcionar como vocês têm feito tão espetacularmente desde que abrimos, e eu prometo ter uma recuperação ainda mais rápida!”

Leia tambémProjeto incentiva a recolocação no mercado de trabalho para pessoas com mais de 50 anos

[Nota da Redação]

Projeto abre vagas para pessoas com mais de 50 anos voltarem ao mercado de trabalho. Assista o vídeo:

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fotos: Divulgação / The Book Catapult

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,755,527SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Paris vai transformar estação de metrô abandonanda em piscina

Quem vive em grandes cidades sabe que há um número bem expressivo de espaços abandonados ou, pior ainda, alguns que nunca nem forma usados,...

Jovem casal gay tem reação inesperada após baile de formatura

Ao invés de ouvir gritos de “Beija Ela” na rua, eles ouviram “Beija Ele”.

“Glam Ma”, a vovó famosa do Instagram, vem ao Rio para cumprir sua lista de coisas para fazer antes de morrer

A americana Baddie Winkle, de 89 anos, tem mais de 3 milhões de seguidores nas redes sociais e é uma famosa influenciadora digital, mais...

Menina de 7 anos cata latinhas para comprar ração para cães de rua

A pequena Isabel, de 7 anos, tem um carinho especial por cachorros de rua. Recentemente, ela teve a ideia de comprar ração e sair...

Cidade do Paraná vai ser totalmente abastecida por biocombustível animal

A cidade paranaense de Entre Rios do Oeste, de apenas 4 mil habitantes, vai ser totalmente abastecida por biocombustível animal. A prefeitura firmou uma parceria...

Instagram