Nova tradução de clássico de Machado de Assis esgota em um dia nos EUA: “um romance eterno”

Machado de Assis é mesmo universal. No último dia 2 de junho, a renomada editora Penguin lançou uma nova tradução do livro “Memórias Póstumas de Brás Cubas” nos Estados Unidos. E, acredite, os exemplares se esgotaram em um dia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O lançamento pelo prestigiado selo Penguin Classics gerou tanto interesse dos norte-americanos que os exemplares não chegaram nem às prateleiras. Tanto na Amazon como na livraria Barnes & Norbes, a obra está em falta.

A nova edição é traduzida por Flora Thomson-DeVeaux. “Eu sei perfeitamente que é um momento estranho para celebrar o lançamento de um livro (em função da pandemia e dos protestos antirracistas). Mas eu não teria dedicado anos da minha vida a traduzir este aqui se não estivesse convencida de que é um romance eterno”.

Mas talvez o momento seja justamente o mais propício para a releitura da obra, como também explicou Flora. “Também é uma obra de nosso tempo. Há ecos – troque a febre amarela por Covid. E há continuidade – racismo sistêmico, tão pungente hoje quanto era na década de 1880”, avaliou a tradutora.

Resultado? “Memórias Póstumas de Brás Cubas” é a obra latino-americana mais vendida do momento.

Pesquisadores e escritores ressaltam a grandeza do brasileiro Machado de Assis

Machado era brasileiro, negro, órfão, pobre, epiléptico, gago e sem escola, mas tornou-se o maior escritor brasileiro, sem fugir de dois temas complexos: a abolição, que ainda não nos redimiu; e a república, que ainda não nos democratizou”, sintetizou o pesquisador Dionísio da Silva.

Vaquinha para comprar uma casa para Marcio que há 30 anos mora num castelo de areia no RJ. Clique aqui e apoie.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O poeta beat Allen Ginsberg disse que sua obra pode ser comparada a do escritor Kafka. Já Harold Bloom afirma que ele é o maior escritor negro de todos os tempos e Susan Sontag, que é o melhor da América Latina.

Imagem de Machado de Assis
Imagem: Wikimedia Commons e Penguin Classics/Divulgação

Um trecho do prefácio da nova edição foi publicado na revista New Yorker com o título “Redescobrindo o livro mais espirituoso já escrito” e isso ajudou a bombar nas vendas.

O livro já teve outras traduções e o novo lançamento de “Memórias Póstumas de Brás Cubas” faz parte de uma série de novas traduções de Machado de Assis nos EUA. Em 2018, uma coletânea de seus contos já havia sido publicada por lá.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Machado de Assis nasceu no Rio de Janeiro em 1839. Criado no Morro do Livramento, ele era filho de um casal de mestiços e neto de escravos alforriados. Foi o primeiro presidente da Academia Brasileira de Letras. Escreveu nove romances e peças teatrais, 200 contos, cinco coletâneas de poemas e sonetos e mais de 600 crônicas.

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as matérias e novidades do Razões, clique aqui.

Fonte: Super Interessante

Fotos de capa: 1: Imagem: Wikimedia Commons e Penguin Classics/Divulgação; 2: Reprodução Twitter/@ruivanorio

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,635,437SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Pai solo ajudado por vaquinha faz tatuagem em homenagem ao Razões e emociona a todos!

O Luan surpreendeu todo o time do Razões e Voaa, essa semana. Ele fez uma homenagem linda! Luan tatuou o beija-flor, que é o...

Barato e acessível: Este relógio exibe mensagens do smartphone em Braile

O Dot Smartwacth tem mais recursos e é mais acessível do que as ferramentas disponíveis no mercado.

Bebê ajuda pastor alemão a perder medo de irrigador de jardim e vídeo viraliza

Esse pastor alemão morria de medo do irrigador do jardim da família. Bem diferente do bebê da casa, que adora brincar com os jatos...

Garotinha de 3 anos fez mais de 1000 biscoitos e distribuiu para os trabalhadores da linha de frente da Covid-19

A gente viu algumas atitudes super lindas de crianças nessa pandemia, não é? E a Mia Villa é um outro exemplo desses pequenos, que...

Instagram