Após 70 anos, livro ‘O Pequeno Príncipe’ ganha versão em braille

0
8709
livro 'O Pequeno Príncipe' ganha primeira versão em braille

Lançado em 1943, O Pequeno Príncipe, do escritor, ilustrador e aviador francês Antoine de Saint-Exupéry, é uma das obras literárias mais traduzidas no mundo: publicada em mais de 360 idiomas e dialetos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Após quase sete décadas desde seu lançamento, o livro finalmente ganhou sua primeira versão em braille, lançada em dezembro de 2014.

A transcrição ficou a cargo do artista Claude Garrandes, que é cego, com o apoio da Fundação da Juventude Antoine de Saint-Exupéry. Todo mundo merece ler O Pequeno Príncipe, né?

livro 'O Pequeno Príncipe' ganha primeira versão em braille
Foto: Reprodução

Segundo um levantamento da União Mundial de Cegos (WBU), de todas as obras literárias produzidas no mundo, apenas 5% são transcritas para braille nos países desenvolvidos. O percentual cai para 1% nos países em desenvolvimento.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O sistema de escrita tátil é composto por 63 sinais, gravado em relevo em duas filas verticais, com 3 pontos cada uma. Lê-se pelas pontas dos dedos da esquerda para a direita.

livro 'O Pequeno Príncipe' ganha primeira versão em braille
Foto: Reprodução

Um censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) concluiu que existem 6,5 milhões de deficientes visuais no Brasil: 582 mil cegos e 6 milhões com visão parcial.

[Nota da Redação]

A cada bebê que traz ao mundo, o médico Calixto Hueb presenteia a mãe com uma arvorezinha para que a criança cresça com ela. É um primeiro presente à família do recém-nascido e também uma contribuição valiosa do médico para a preservação do meio ambiente. Vem conhecer mais essa história, dá play no vídeo abaixo:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: Ideias Nutritivas

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.