Fugindo da enchente, menina pernambucana escolhe salvar livros ao invés de outros itens

banner reservaQuando a enchente invadiu a casa de Rivânia, sua avó pediu para que ela salvasse o mais importante. A menina de apenas 8 anos então optou por uma escolha interessante: ela correu para colocar todos os seus livros dentro de uma mochila, ao contrário de priorizar roupas e brinquedos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

livros-enchente

Rivânia permaneceu assim até que todos estivessem salvos: ela e os livros, às margens do Rio Una.

Com seus avós, Maria Ivânia e Eraldo Luís, a pequena mora no distrito de Várzea do Una, no município de São José da Coroa Grande, Zona da Mata Sul de Pernambuco.

De acordo com a Prefeitura de São José da Coroa Grande, Rivânia e a família já voltaram para sua casa, mas a situação continua precária. Eles moram há três anos no imóvel.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Essa foi a primeira vez que sofreram com uma enchente, e devido ao incidente, a família pensa em deixar o local.

A prefeitura realizou uma força tarefa de atendimento às famílias para auxiliar na retirada das vítimas dos lugares mais afetados e usou a foto da menina para divulgar estado de emergência.

Nas redes sociais, as pessoas ficaram sensibilizadas com a história:

“Essa merece um livro em sua homenagem, intitulado “A menina que salvava livros”.

“E as lágrimas não param de cair . Aqui em Barra de Sirinhaém não teve enchentes mas eu sinto a dor dos meus coleguinhas das cidades vizinhas. O cenário de guerra é desolador.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“A melhor de todas as imagens. Que Deus possa iluminar os caminhos dessa criança, colocando-lhe a fé o amor e a sabedoria. Ela já é uma guerreira.”

“As crianças são o futuro desse Brasil! Que Deus te abençoe, e proteja todos os que estão precisando de ajuda nesse momento tao difícil.”

O número de municípios atingidos pelas chuvas em Pernambuco subiu para 31, segundo o governo estadual. Até o momento, o número de desalojados é de 39.725, e o de desabrigados, aqueles que perderam as casas, é de 3.560.

Fotos: Válter Rodrigues/ Blog Tenório Cavalcanti

Com informações do site

 

barra reserva

 

 

 

 

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,761,430SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Drag queens leem para crianças em biblioteca de Nova York e ensinam sobre diversidade

Uma vez por mês, drag queens leem histórias infantis para crianças em biblioteca de Nova York.

Adolescente emociona colegas ao superar gaguez severa

Desde muito novo o jovem Musharaf sofre de gaguez severa, problema que sempre o impediu de ler em voz alta ou até mesmo conversar...

Depois de 9 anos de lutas, zeladora de escola consegue se tornar professora

Wanda Smith sempre quis ser professora, mas, depois que se formou no ensino médio, ela teve que deixar seu sonho de lado para cuidar...

Travesti é aprovada em 1º lugar em universidade federal

O preconceito contra pessoas transexuais e travestis é um dos maiores obstáculos para a sua inserção social em diferentes esferas. A aprovação da travesti...

Sem-tetos são contratados como guias turísticos em Barcelona

Barcelona tem de 3.000 a 6.000 desabrigados que dormem nas ruas. Então porquê não oferecer visitas guiadas, lideradas pelas pessoas que mais conhecem elas:...

Instagram