Machu Picchu agora é acessível para pessoas que usam cadeiras de rodas

Milhões de pessoas visitam Machu Picchu todos os anos. Como uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno, a cidade perdida dos incas é um dos destinos turísticos mais visitados do planeta.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

No entanto, foi somente em dezembro de 2018 que o primeiro cadeirante da história visitou o local. Agora, dezenas de outros turistas que utilizam cadeiras de rodas para se locomover também terão acesso a Machu Picchu graças à empresa de viagens Wheel of the World (Roda do Mundo, em tradução livre), que em breve começará a oferecer os primeiros passeios acessíveis a cadeirantes em parceria com as Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).

A empresa, fundada pelos amigos de longa data Alvaro Silberstein e Camilo Navarro, oferece passeios a destinos turísticos distantes com a ajuda de cadeiras de rodas dobráveis ​​especialmente projetadas.

O empreendimento nasceu quando os dois amigos – um dos quais utiliza cadeira de rodas, – partiram para o Parque Nacional Torres del Paine na Patagônia, em 2016.

Alvaro, que usa cadeira de rodas desde que tinha 18 anos, quando sofreu um acidente de carro, levantou US$ 8.000  (R$ 32 mil) através de uma campanha de financiamento coletivo para comprar uma cadeira de rodas leve e dobrável.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Wheel the World (@wheeltheworld) em

Leia tambémAposentada decide realizar sonho de conhecer Machu Picchu e faz primeiro mochilão aos 64 anos

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Há um bilhão de pessoas [no mundo] com algum tipo de deficiência”, disse Camilo à CNN. “Mas não há uma empresa de viagens dedicada a essas pessoas.”

Os dois homens nasceram no Chile, mas mudaram-se para os Estados Unidos quando jovens para fazerem o curso de administração, onde começaram a desenvolver o Wheel of the World como um negócio sério e de longo prazo.

Desde então, a empresa de viagens expandiu-se para a América Latina, oferecendo passeios a outros locais notáveis, como a Ilha de Páscoa, no Chile, e pontos turísticos no México e no Peru.

Machu Picchu, o coração do Império Inca aninhado nos Andes, se tornou célebre internacionalmente após ser redescoberta pelo historiador americano Hiram Bingham em 1911. A partir daí a cidade perdida se tornou uma sensação entre turistas advindos de várias partes do mundo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A primeira visita de um turista paraplégico/tetraplégico aconteceu apenas em dezembro de 2018, 107 anos após o redescobrimento.

Machu Picchu agora é acessível para pessoas que usam cadeiras de rodas
Foto: Alessandro Pinto / Peru.Travel

A logística para percorrer o terreno acidentado – cuja uma das partes possui 320 degraus praticamente verticais – exigiu que a empresa voltasse a se dedicar ao financiamento coletivo.

Alguns viajantes com deficiências evitam viagens remotas por causa do custo e do incômodo de comprar e transportar uma cadeira de rodas apropriada.

É por isso que a Wheel of the World tem adquirido cadeiras de aço e alumínio especialmente projetadas e as armazena no local próximo à cidade para facilitar o uso. O custo de uma excursão de quatro dias pela Wheel of the World é de aproximadamente US$ 1.500 (sem incluir vôos ou acomodações), o que equivale aos oferecidos a pessoas sem deficiência, de acordo com a CNN. Os primeiros passeios completos para o público devem começar este mês.

Leia tambémFamília sem condições de pagar por cadeira de rodas ganha carrinho adaptado por estudantes

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: This Is Insider

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,765,320SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Sem poder visitar a esposa internada com Covid-19, marido a espera sentado na calçada há mais de 20 dias

“Ela tem que acreditar que eu fico aqui, todos os dias, perto da clínica esperando a reação dela, que ela vai bem”. É isso...

Empresário arrecada brinquedos e livros infantis para o Hospital do Cancêr

No Vale do Paraíba, o GRAAC atende centenas de meninas e meninos todos os anos, com um trabalho sério de cuidados e carinho! O trabalho...

Projeto mescla fotografia, poesia e solidariedade

O Floripoesia surgiu com a proposta de fotografar e “poetizar” os detalhes que passam batidos da capital de Santa Catarina, Florianópolis. A ideia inicial...

Cidade da Suécia distribui bikes para quem prefere deixar o carro em casa

O uso da bike como um meio de transporte, e não apenas de lazer, tem sido incentivado no mundo todo, inclusive no Brasil. Pegue...

Com mochila a jato, resgate de vítimas em áreas de difícil acesso será 20 vezes mais rápido

Uma empresa no Reino Unido criou uma mochila a jato, que será utilizada por paramédicos em atendimentos emergenciais. A peça torna a chegada do socorrista...

Instagram