Mãe assume as duas crianças após constatação de troca de bebês na maternidade

O que poderia ser algo traumático se transformou em um ato de amor maravilhoso:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Uma troca de bebês na maternidade de um hospital de Votorantim, na região de Sorocaba (SP), acabou tendo um final duplamente feliz para a dona de casa Rita Ribeiro da Silva, de 37 anos. Depois de ter sido determinada a destroca, ao ver que a mãe da outra criança recusava o próprio filho, ela lutou na Justiça até conseguir autorização judicial para ficar com as duas crianças. Agora, a Justiça acaba de reconhecer que a “mãe em dobro” tem direito a uma indenização pelo drama que viveu.

A dupla mãe deu à luz em 2004 na Santa Casa, mas logo percebeu que seu filho Giuliano não tinha os traços da família. “Sou negra e o bebê era branquinho, de olhinhos claros. Aí o meu marido, também escuro, veio me acusando, dizendo que eu o tinha traído. Ele até saiu de casa.” Rita foi ao hospital e, depois de muita insistência, conseguiu que a troca fosse apurada. Logo se descobriu que seu filho podia ter sido levado por um casal de Piedade, cidade vizinha, já que a mulher dera à luz em horário compatível na mesma maternidade. Exames de DNA confirmaram que Vitor Hugo, a criança que estava com a outra mãe, era filho de Rita.

No processo de destroca, por determinação do Ministério Público, as duas mães conviveram com os filhos na mesma residência durante duas semanas e Rita observou que a outra mulher não tinha amor pelo filho biológico. “Quando recebi meu filho de volta, ele estava descuidado, com sarna, piolhos e até berne. Eu estava amamentando o Giuliano e passei a amamentar também o Vitor Hugo. Quando ela levou o Giuliano embora, fiquei com aperto no coração”, conta. Algum tempo depois, o menino voltou para casa. A mãe biológica admitiu que não teria condições de cuidar dele, o que foi comprovado por perícias pedidas pela Justiça.

O advogado José Roberto Galvão Certo, que passou a cuidar do caso, disse que as duas famílias são muito pobres, mas Rita tem um instinto maternal que a diferencia. Tanto que Giuliano também não queria viver com a mãe biológica, preferindo ficar com Rita. “A Justiça não teve dúvida em autorizar a adoção do Giuliano pela Rita, que passou a ser a mãe de direito das duas crianças.” Leia a matéria na íntegra no site UOL.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Conheça mais histórias sensacionais sobre maternidade, clicando aqui.

A foto da capa do post não é das crianças citadas na reportagem, foi retirada do blog Dois Pra La e Dois Pra Cá.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,282,832SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Artista brasileiro vence prêmio internacional com ilustração de ave típica do nosso país

E temos brasileiros se destacando lá fora mais uma vez! Agora, o artista Lucas Souza, venceu o Festival Internacional de Imagem de Natureza (FIIN), que aconteceu...

Em 24 horas, campanha levanta doações para vendedor de coco cujo carrinho foi queimado

Rapidamente, campanha na internet cobriu o prejuízo do Seu Reinaldo: "Disse que fui como uma mãe para ele".

Torcedor mirim se emociona ao conhecer Abel Braga

O filho mais novo do treinador do Fluminense, Abel Braga, morreu em 29 de julho, vítima de um acidente doméstico. Ele caiu da janela panorâmica...

Casal que foi forçado a se separar é reunido após foto de despedida emocionar a internet

A história do casal Wolfran e Anita Gottschalk, que tem 62 anos de casados, tinha tudo para ter um final triste, mas graças ao...

Ele teve a melhor reação depois que soube que tiravam sarro dele na academia

Qual seria sua reação ao saber que pessoas da academia em que você frequenta estão usando fotos suas para fazer xacotas pelo WhatsApp sobre seu...

Instagram

Mãe assume as duas crianças após constatação de troca de bebês na maternidade 2