Mãe transforma carro em bazar móvel e consegue comprar vestido de noiva para filha (RJ)

Mãe e filhas parceiras! Nenhuma frase explica melhor a relação entre Debora Fernandes Castrioto e Talita Batista Castrioto Simões. E por isso mesmo Debora prometeu que faria o possível para comprar o vestido de noiva da filha.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em outubro do ano passado, Debora, 52 anos, teve a ideia de transformar o seu carro em um bazar sobre rodas. Não tinha tempo ruim: trabalhando debaixo de sol forte, ou de chuva, quitou as prestações do vestido.

Semanalmente, Talita, 25 anos, e a mãe faziam chamadas de vídeo para discutir os preparativos do casamento. De um lado, a filha preocupada com as despesas, do outro, a mãe que prometeu que tudo daria certo – e deu!

mulher mostra bazar roupas montado carro
Foto: arquivo pessoal

Dever cumprido

Desde que se separou do pai de Talita, que tinha 8 anos de idade na época, Debora e a filha viraram “unha e carne”. Chegaram até a trabalhar juntas para sustentar a casa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Financeiramente eu estava impossibilitada de comprar o vestido, então me deu um estalo: inaugurar um bazar móvel. Pedi doações para meus amigos e eu ganhei tanta coisa que não sabia nem onde montar”, declarou Débora.

“Por mais que a mãe não esboce, é o sonho de toda mãe ver a filha caminhando; e quando eu vi tudo fluir, ela no altar, eu entrando, a sensação foi de dever cumprido.”

filha posa com vestido de noiva ao lado da mãe
Foto: arquivo pessoal

Além do vestido, Débora fez questão de montar o buquê de Talita e a decoração do salão da festa.

“Fui de madrugada com ela comprar as flores. A festa foi muito bem elaborada, mas muito simples. Foi a simplicidade que o fez belo. Fiz o buquê com hortênsias e viva, e compramos eucalipto, lírios e samambaia para o salão”, descreve.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

mesa doces casamento
Foto: arquivo pessoal

Reaproximação

Talita e Yuri se casaram no civil no último dia 21 de maio. De certa forma, o casamento simbolizou também uma reaproximação de mãe e filha, já que Débora mora em Petrópolis e, Talita, no Rio de Janeiro (RJ).

“Vivemos a missão casamento juntas, então foi muito bom viver esse processo de escolher, dela se disponibilizar e arrumar um jeito de vir ao Rio para ver vestido comigo. Foi uma maratona maravilhosa e, para mim, o processo pode até ter sido melhor do que o dia do casamento em si.”

pais celebram casamento filha noivo gramado
Foto: arquivo pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ai, gente, que união mais linda! 💜

Fonte: Soul Petrópolis


Mais uma história inspiradora? Temos!

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,238,290SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Quem disse que eles não tem sentimento?

Chequita, um macaco capuchino bebê, abraça sua mamãe Cassia, enquanto ela passa por uma cirurgia em sua mão, na Austrália.

Em busca de companhia?! Adote um cãozinho pelo Tinder já!

Me adote no Tinder! Vamos lá..., pessoas procuram pessoas para se relacionar em busca de companhia, certo?! E porque não um cãozinho? Você já pensou...

Projeto Amor no Cabide doa agasalhos no inverno em várias cidades

Campanhas do agasalho são comuns no inverno, mas muitos não sabem onde fazer a entrega. Porém, mais uma ação que começou em Porto Alegre...

Ginasta que vendia cocada para disputar campeonato conquista ouro: “Estamos radiantes”

Após publicação no Razões, a história da Letícia comoveu os internautas, que decidiram ajudá-la com uma vaquinha online para ir ao campeonato Sul-Americano na Colômbia e voltar de lá com uma medalha dourada e outra de prata!

Instagram