Mãe vai para semáforo com cartaz pedir emprego onde possa levar filho autista

Há meses em busca de emprego, Edileuza Pereira Barros, 44 anos, decidiu criar um cartaz e partir rumo aos semáforos de Goiânia (GO) pedindo aos motoristas uma oportunidade de trabalho.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A dona de casa está em uma busca desesperada por um emprego onde possa levar o filho, que é autista. Ela não tem com quem deixar o garoto na cidade.

Até o final do ano passado, Edileuza morava com o filho Marcos Vinícius, 14 anos, e uma filha mais velha, que se mudou de casa. “Minha filha trabalhava, me ajudava em casa, nas contas. O pai dela também ajudava com dinheiro. Mas ela se casou e mudou para São Paulo. Agora, não tenho como trabalhar porque não tenho com quem deixar meu filho”, disse.

Diagnosticado com autismo em 2012, quando tinha apenas sete anos, Marcos Vinícius tem recebido acompanhamento médico desde então.

Leia também: Jovem consegue emprego após desconhecida personalizar seu cartaz em semáforo de Jundiaí

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Edileuza conta que se mudou do Pará para Goiânia em busca de melhores condições de vida. Hoje, não consegue comprar os remédios necessários para o filho, tampouco roupas, calçados e um óculos que ele tanto precisa.

Mãe faz cartaz e vai para semáforo pedir emprego em que possa levar filho autista

“Foi quando eu tive essa ideia, pedi para as mulheres que cuidam dele no tratamento escreverem um cartaz para mim e eu comecei a ir para o semáforo. Desde então, tenho recebido mais ajudas. Seja algum dinheiro, alguma doação, então a situação está melhorando um pouco”, contou.

A dona de casa costuma ficar na Avenida T-63, entre a Praça Nova Suiça e o viaduto no cruzamento com a Avenida 85. Edileuza busca trabalho como diarista ou auxiliar de limpeza, mas em locais onde ela possa levar o filho junto, já que não tem com quem deixá-lo durante esse tempo.

“Peço que Deus me ajude e agradeço toda ajuda que puderem me dar”, disse.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: G1/Foto: Vitor Santana/G1

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,121,804SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Funcionários voluntários se mobilizam em ação social em prol de crianças e adolescentes de município de SP

Todas as iniciativas que melhorem a vida de pessoas e comunidades são válidas e muito significativas, e é o caso de ação social que...

Taís Araújo dá exemplo de como reagiria se descobrisse que tem um filho gay

A atriz Taís Araújo contou qual seria sua reação caso descobrisse que tem um filho gay em entrevista para o canal “Cinemi”, no YouTube,...

Solidariedade! Pizzaria de SP recebe milhares de pedidos após ser furtada

André Murias e Gabriela Lins são casados e sócios da Pizzaria Malagueta, em Santos (SP). Eles foram vítimas de um assalto em abril e,...

Pai refugiado que vendia canetas na rua agora tem três empresas e emprega outros refugiados

Abdul Halim al-Attar, um refugiado da Síria que foi fotografado vendendo canetas nas ruas de Beirute, agora é dono de três empresas na cidade após uma campanha de crowdfunding on-line em seu nome que arecadou US$ 191.000.

Netshoes envia crocs com um pé de cada tamanho para mulher com limitação física

A dona Denise, 59 anos, tem um pé maior do que o outro e uma paixão: sandálias crocs!

Instagram

Mãe vai para semáforo com cartaz pedir emprego onde possa levar filho autista 1