Mãe defende filho zombado por usar ‘meia de menina’: “Esse é meu filho. E eu amo ele”

Nenhuma mãe gosta de ver o filho sendo alvo de “brincadeiras” maldosas, principalmente se ele ainda for uma criança.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A revolta de uma mãe escocesa com uma situação que aconteceu na creche do seu filhote, Harry, é prova disso. Ela escreveu o motivo em um texto publicado no seu Facebook.

A mãe de outra criança concordou e riu quando seu filho zombou de Harry por ele estar usando meias com coraçõezinhos. Na hora, Shona, a mãe de Harry, não disse nada, mas assim que chegou em casa, ela mostrou toda sua indignação: “Para a mãe que estava no berçário pegando seu filho: “Você pode pensar que eu não ouvi nada, mas com certeza que eu ouvi, sim!””

Leia também: Resposta de mãe a bilhete da escola viraliza nas redes sociais

Ela conta que se sentiu partida com a atitude da outra mãe, que a “fez perder a fé no mundo” quando concordou e riu com o filho, que zombava de Harry. “Meu filho tem 3 anos de idade, ele ama corações, ele ama rosa, ama brincar com bonecas e carrinhos de bebê, mas o que ele mais ama é ter a independência de fazer suas próprias decisões. Ele escolheu essa meia na loja e ele escolheu usá-la hoje”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Estou permitindo que meu filho seja o que ele quiser e eu não gosto de pessoas como você tirando sarro dele, dizendo que ele está errado pelo que ele veste e palpitando sobre o que ele deveria vestir. Esse é meu filho. E eu amo ele. Amo meias de coração e tudo mais!”, concluiu lindamente.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,258,127SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Ela mostra que pessoas com deficiência não tem “cara”, mas sonhos e conquistas

Taís gosta de ver o céu estrelado, de estar com a família, com os amigos, de dar risada, de bater um papo. Ela cursa Pedagogia e a deficiência não a define.

Pais salvam bebê com tratamento descoberto na internet

Um casal do País de Gales conseguiu a cura para seu bebê, que sofria de uma malformação rara, após solicitar aos médicos que ele...

Projeto realiza casamento de mulher vítima de erro médico e com câncer raro em fase terminal

Rosália Macedo da Silva, de 37 anos, vai subir no altar com vestido de noiva e recepcionar os convidados com uma linda festa.

Estudantes de PE criam repelente de canela e hortelã que combate o mosquito da dengue

Um grupo de cinco estudantes do 1º ano do Ensino Médio de Ipojuca, em Pernambuco, criaram um repelente que além de ser muito sustentável, combate...

App ajuda pais deficientes auditivos a diferenciar choro de seus bebês

O Crybaby é capaz de interpretar as necessidades do bebê com uma precisão de até 90%.

Instagram