Mãe doa 450 litros de leite materno para ajudar outras mulheres

Enquanto Tabitha Frost produz leite materno em excesso, outras mães não produzem o necessário para alimentar seus próprios bebês nos primeiros meses de vida.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A americana de 29 anos tem a síndrome de hiperlactação, que faz com que produza três vezes mais leite do que a média para uma lactante. As informações são do SóNotíciaBoa.

Então, por que não doar o excedente, que a filha Cleo, 8 meses, não consome para outras mamães? Ela estima que produza quase 2,7 litros de leite por dia, mas Cleo se satisfaz com apenas 740 ml.

My little pumping helper 🍼💪🏻#breastmilkdonor #breastmilkdonation #breastmilk #milkdonor #breastfeeding #breastfeedingmom #pumpingmom #pumplife #milksharing #liquidgold #liquidgoldmine

Uma publicação compartilhada por Tabitha Frost (@liquidgoldmine) em

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Pelas contas, nos últimos oito meses, ela doou cerca de 450 litros, através de uma empresa chamada ‘Prolacta’, que processa o leite para que possa ser encaminhado, livre de micro-organismos, a bancos e mães necessitadas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Tabitha, que também é mãe de Adelaide e Jaxon, conta que tem que retirar o leite a cada três horas para que seus dutos não fiquem obstruídos. Até mesmo a enfermeira que a acompanhou durante as primeiras mamadas de Cleo, ainda no hospital, ficou surpresa com a quantidade de leite que produz.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Ela nunca tinha visto tanto leite antes”, lembra a mãe, de Carlsbad, na Califórnia.

Ela precisa estar preparada para bombear o leite a qualquer momento. “Minha rotina não para porque eu estou de férias por que não me sinto bem ou dormi pouco. Sempre estou tirando leite.”

Tabitha já tirou leite inclusive em shows, jogos de baseball, no carro e até em museus. “Pode dizer o lugar, eu provavelmente já tirei lá. Não deixo que a vida me atrapalhe. Já estive no meio de um encontro com o meu marido e tirei 15 minutinhos para continuar”, declarou.

Leia também:

Shoppings de SP devem ter fraldários também em banheiro masculino

Estudantes de Mato Grosso criam fralda biodegradável feita a partir de mandioca

crédito das fotos: Reprodução/Instagram @liquidgoldmine

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,452,816SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Google leva tecnologia e eficiência para salas de aula no Brasil

Com os avanços tecnológicos, eis que surgem duas novas vertentes para a educação: o multiletramento e a comunicação digital. De olho na inovação, a...

Artista faz retrato com 2 milhões de pontos em nanquim para ajudar homem com amnésia

O retrato feito pelo artista é de um homem que, em 2004, foi encontrado num restaurante de Fast Food na Georgia. Ele não tinha...

Pessoas recuperadas de depressão enviam cartas motivacionais para os que sofrem com a doença

A depressão parece um beco sem saída para quem sofre com a doença. Ela causa inúmeros sintomas psicológicos e físicos e deve ser diagnosticada...

Após sofrer com racismo, menina de 10 anos cria linha de roupas para ganhar mais autoconfiança

Kheris Rogers, de apenas 10 anos, já enfrenta o preconceito das pessoas apenas pela cor da sua pele. Ela sofreu ataques racistas na escola apenas pela...

Mulher trans adota bebê que foi abandonado depois que recebeu sangue dela

Os pais abandonaram a criança com medo de que ela se tornasse "um deles".

Instagram