Mãe que perdeu a prova do Enem porque estava amamentando, ganha vaquinha para melhorar seus estudos

Débora tem 26 anos e mora com seus dois filhos pequenos, e seu marido, Alisson, em Recife (PE). Débora sempre estudou muito, dentro de sua rotina, que não é nada simples, com seus dois filhos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

No último dia 21/11, ela foi prestar o Enem, mas chegou 1 minuto atrasada, pois precisou amamentar seu filho antes de sair de casa. Ela chorou muito,  tentou explicar, mas não teve jeito, não deixaram ela entrar. 😭

View this post on Instagram

A post shared by VOAA – a vaquinha do Razōes (@voaa_vaquinhadorazoes)

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Débora está desempregada e seu marido faz apenas alguns bicos como pedreiro. Por não terem uma renda, a família passa por várias necessidades, mas Débora nunca desistiu de estudar e dar um futuro melhor para os filhos.

“É muito complicado conciliar tudo ao mesmo tempo. Eu me senti muito triste quando não consegui entrar. Acreditei que seria o fechamento de mais uma porta na minha vida” – desabafa, Débora.

Criamos uma vaquinha na VOAA para ajudá-la com o sustento da casa e comprar um notebook, para ela estudar melhor e não desistir do seu sonho, que é cursar Medicina! Vamos nessa?

debora estudo atrasou enem tem filho pequeno

“Tem dias que falta alimento, falta fraldas para as crianças, mas eu sigo estudando e sonhando” – Débora.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Débora ressalta a importância dos estudos:

“Em relação à educação, financeiramente, em tudo, posso dar um conforto melhor aos meus filhos e mudar a vida de algumas pessoas também, da minha família e outras pessoas que podem precisar de mim”Clique aqui para mudar essa história!
Após a repercussão da história, Débora ganhou uma bolsa de estudos para cursar Direito em uma faculdade na sua cidade. Ela agarrou a oportunidade, mas não deixou para trás o sonho de estudar Medicina.
“Não vou deixar batida essa oportunidade de entrar numa universidade, mas não vendo meu sonho, porque sonho não se vende, é inegociável. No momento, eu escolhi o curso de Direito, mas não vou deixar para trás o sonho de Medicina”.
Fotos: VOAA

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,256,096SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Colegas aprendem Libras para ajudar menino surdo com o conteúdo das aulas

Mais do que aprender LIBRAS, as crianças estão aprendendo a valorizar o outro e a respeitar as diferenças.

Designers holandeses transformam algas em bioplástico para impressão em 3D

O bioplástico poderá ser usado na fabricação de vários objetos do nosso dia a dia.

Homem mais alto do Brasil, que está sem andar, ganha cadeira de rodas especial

Joelison Fernandes da Silva, o “Ninão”, mora no interior da Paraíba. O homem mais alto do Brasil tem 2,37 m e 193 kg e,...

Brasileira viaja pela Ásia dando aulas de inglês para crianças em troca de acomodação

Letícia viajou por 6 meses sozinha dando aulas de inglês para crianças, monges, agricultores e policiais na Tailândia, Camboja e Vietnã.

Exposição gratuita organizada pelo Sesc traz obras de artistas indígenas das Américas à SP

Pela primeira vez neste ano, o Sesc Vila Mariana, em São Paulo (SP), está abrindo para visitação presencial a exposição 'Encontros Ameríndios', com produção artística...

Instagram