Mãe faz fantasias incríveis de Halloween para sua filha que teve o braço amputado

banner reservaScarlette nasceu em dezembro de 2013 com um braço esquerdo muito grande. Ela foi enviada para um hospital para diversos testes com médicos especializados. Levou cinco meses para obter o diagnóstico final: um tipo raro de câncer.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela fez cinco meses de quimioterapia, e embora conseguiu com que os seus tumores parassem de crescer, eles não desapareceram.

Então, uma decisão foi feita: em 30 de outubro de 2014, ela teve o seu braço amputado. Eles a consideraram livre do câncer, mas precisou passar por 21 cirurgias em dois anos.

“Eu sempre quis fazê-la sentir-se especial apesar do fato de ela sempre ser considerada como ‘diferente’. Eu fiz brinquedos de pelúcia de crochê para ela sem um braço e eu altero todas as suas roupas para que elas se encaixem corretamente. Em 2015, adotamos uma gatinha incrível que também teve o braço amputado! O Dia das Bruxas foi apenas outra maneira perfeita de mostrar a ela que ela é única e incrível do jeito que ela é!”, contou a mãe.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Scarlette perdeu seu primeiro Dia das Bruxas por causa de sua amputação, então sua mãe queria ter certeza de que ela teria Halloweens surpreendentes depois disso. Ela começou a pensar em ideias para fazer algo especial para ela.

Na primeira comemoração, ela foi uma bonequinha assustadora.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

No ano seguinte, sua mãe a levou para uma loja de Halloween e deixou-a escolher o que quisesse. A garotinha escolheu um vestido de esqueleto. Então, sua mãe alterou o vestido e depois fez um braço de esqueleto com ossos de plástico. Ela adorou e carrega o braço até hoje.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Este ano, sua mãe queria fazer algo especial e que ela ainda pudesse brincar depois do Dia das Bruxas. Ela levou a garotinha para uma loja de tecidos, onde ela escolheu todo o material e  a mãe começou o trabalho.

“Eu fiz pra ela um chapéu feito de um boné de beisebol velho, papelão e tinta. Eu adicionei penas e uma rosa negra e agora ela tem um crânio de corvo reutilizável. Ela adora. Ela está animada para vestí-lo o tempo todo depois do Dia das Bruxas!”, contou.

“Eu queria ensinar pra ela desde agora que ela é especial e única, não ‘apesar’ da sua diferença, mas por causa dela. Ela entende que ela teve câncer e que para ser saudável novamente, ela precisava perder o braço. Ela gosta de dizer às pessoas coisas como, ‘eu deixei na máquina de lavar louça’.Ela é descarada e não tem problema em falar com outras crianças e adultos sobre isso”, conta a mãe

“É tão importante para nós mostrar para as pessoas o amor e a felicidade que irradiam dessa garotinha. Quando você a conhece, você não pode deixar de sorrir e se encher de alegria. Com tudo o que seu corpo minúsculo passou, ela ainda está amando a vida, cantando como se ninguém estivesse ouvindo e dançando como se ninguém estivesse olhando”, concluiu.

A garotinha adorável também possui sua própria página no Facebook e você pode ajudá-la através desse link.

Via

Fotos: reprodução Facebook

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,646,763SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Papa Francisco pede para ‘respirarmos’ notícias boas

O Papa Francisco divulgou uma bela mensagem na última sexta-feira (24) para comemorar o Dia Mundial das Comunicações, em memória de São Francisco de...

Idoso de 84 anos doa rim para sua vizinha, de 72: “Serei eternamente grata”

Certo dia, a aposentada Linda Nall, 72 anos, colocou uma placa no jardim de sua casa com os seguintes dizeres: “Eu sou do tipo...

Jovem com paralisia cerebral passa no exame da OAB

Sempre vai ter quem nos diga que algo é impossível e sempre vai ter quem nos prove que nada supera o esforço e dedicação...

Autodidata, jovem com paralisia cerebral se torna designer gráfico para ajudar a família no sustento

Renato foi diagnosticado com paralisia cerebral quando tinha apenas 1 mês de vida, devido algumas complicações no parto. Hoje, com 30 anos, ele desafiou algumas...

Fã ganha festa de aniversário inspirada no programa “Casos de Família”

E o tema de hoje é: "32 anos, já não tenho mais paciência pra quem está começando".

Instagram