Mulher de 45 anos está grávida dos netos – filho gay será pai de gêmeos

Por meio da chamada “barriga solidária”, a professora Valdira das Neves, 45 anos, e o filho Marcelo das Neves estão prestes a unir dois sonhos: ele será pai e ela avó. Sim, a mãe está gerando os filhos do filho!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Me perguntam: você se sente mais mãe ou avó? Eu digo que sinto as duas coisas ao mesmo tempo. Vou ser mãe por gerar e avó de sentimento. Uma ‘mãe-avó'”, brinca Valdira.

No procedimento da barriga solidária, os médicos uniram os espermatozoides de Marcelo aos óvulos de uma doadora anônima. A fertilização foi feita in vitro. Os especialistas, então, transferiram dois embriões para o útero da mãe de Marcelo.

A Ana Paula é uma mulher trans e foi acolhida pela dona de um salão de beleza, após ter sido vista comendo comida do lixo. Tatiana criou uma vaquinha online para ajudar a moradora de rua a recomeçar sua vida do zero, saiba como ajudar aqui.

Pelas redes sociais, mãe e filho compartilham a maternidade:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Marcelo Junior (Juh Andrade) (@paiproducaoindependente) em

Não foi uma jornada fácil até aqui. Há quatro anos, então com 41 anos, Valdira engravidou do marido.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Infelizmente, no sétimo mês de gestação, ela foi submetida a uma cirurgia de emergência. Helena, como chamava-se a bebê, não resistiu. Mas não era o fim do sonho. É aí que entra o filho mais velho, Marcelo.

Marcelo é gay e revelou a orientação sexual para a família por volta dos 18 anos. Inicialmente, Valdira teve receio com a notícia: “Nós já esperávamos, mas meu medo era de que as pessoas tratassem ele mal por ser homossexual. Tínhamos medo da sociedade, que é muito preconceituosa”, lembra. “Mas nós nos resolvemos e amamos ele do jeito que ele é”.

A notícia veio acompanhada de outra: ele sonhava em ser pai desde a adolescência. “Eu vi em minha mãe uma tristeza grande, aquela depressão se acumulando dentro dela. Eu via ela mal [por ter morrido uma filha] e ficava mal. Então, a incentivei a ter um outro filho”, diz Marcelo.

Mulher de 45 anos está grávida dos netos - filho gay será o pai dos gêmeos

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Já que Valdira não poderia ter um filho biológico espontâneo, o filho fez o convite. Segundo a legislação médica, o procedimento de “útero de substituição” só é permitido para parentes consanguíneos de até 4º grau. Não há permissão para o pagamento de qualquer valor para a gestante, evitando assim a chamada “barriga de aluguel”.

Leia também: Detentas grávidas e mãe com bebê ganham ensaio fotográfico em presídio da Paraíba

Após tratar a tireoide, ela fez exames de rotina e os dois passaram por tratamento psicológico. O processo levou dois anos. Nesse meio tempo, foram quatro tentativas de fertilização. Quando estavam prestes a desistir, uma boa notícia.

O grande dia

“A gente comprou um teste de farmácia, só por via das dúvidas”, diz o filho. “Assim que ela fez, apareceram duas listinhas [indicando resultado positivo] bem fortes. Minha mãe gritou: deu, deu! Aí a gente se abraçou”. O teste de beta HCG também deu positivo.

Com seis semanas de gestação, mãe e filho fizeram um ultrassom. “Na hora que a médica começou o procedimento, já vi que eram dois bebês. Falei: ‘nossa, doutora, são dois?’ E ela respondeu: você descobriu primeiro do que eu!”

Mulher de 45 anos está grávida dos netos - filho gay será o pai dos gêmeos

Marcelo também sentiu um pouco de medo. E não à toa. “Como ela é considerada uma gestante em idade avançada, é necessário um pré-natal de alto risco, inclusive pelo fato de serem dois bebês. Os riscos mais comuns nesse caso são o nascimento prematuro dos bebês e também riscos da gestante desenvolver diabetes gestacional e/ou pressão alta na gravidez”, explica a médica Camilla Vidal do CEFERP (Centro de Fertilidade de Ribeirão Preto), que cuida do caso.

A previsão é que os bebês, Noah e Maria Flor, nasçam até setembro. A empresa onde Marcelo trabalha deu direito a ele de ficar cinco meses em casa, cumprindo uma licença-paternidade. O registro de paternidade vai só no nome dele, mas a alegria, garantem, será dos dois.

“Está sendo maravilhoso e vai ser maravilhoso conviver com eles”, conclui Valdira.

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: Universa/Fotos: Reprodução/Instagram

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,293,090SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

A série fotográfica entre a vida e a morte

Coisas do destino: Em 2008, Christopher Anderson, um dos fotógrafos que trabalha para o New York Magazine, ganhou um presente: um filho. A partir...

Tal pai tal filho! Veja nossa seleção de filhos que agem iguais aos seus pais

Há crianças que são tão parecidas com os pais que chega a assustar. Seja um gesto, um jeito de andar, se mexer, de falar...

Primeira roupa 100% biodegradável pode ser usada como adubo

Já existem diversos tipos de tecidos feitos de fibras naturais, como o algodão. Pporém, as peças possuem aspectos como  corantes, botões e etiquetas que os...

Pela primeira vez na história a Casa Branca contrata uma funcionária transexual

Essa semana, a Casa Branca anunciou a contratação de sua primeira funcionária transexual.  A residência oficial de Barack Obama entrou para a história por ser a primeira...

Período de quarentena faz poluição do ar cair 53% no Rio e 30% em São Paulo

No dia 21 de março, o estado do Rio de Janeiro decretou o isolamento social para evitar a propagação da Covid-19. Três dias depois,...

Instagram

Mulher de 45 anos está grávida dos netos - filho gay será pai de gêmeos 1