Mãe pede pizza só para ver o filho entregar no primeiro dia de trabalho

Ai, gente. Que fofa essa história! O jovem entregador Jhon Lincon, 19 anos, conseguiu o primeiro emprego, e para dar aquele apoio, a dona Hetiene Soares, 41 anos, fez questão de pedir uma pizza para ver o filhão fazer a primeira entrega. ❤

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Eu pedi que fosse o melhor entregador (risos)”, contou a mãe de Jhon ao Razões.

Essa história fico conhecida após a irmã mais nova do entregador, Natasha Jenifer, 17 anos, publicar uma foto do irmão entregando a pizza na casa da família, que mora em Rio Branco, no Acre.

“Minha mãe falou assim, ‘vamos pedi uma pizza para ver o Jhon vindo entregar’. Então eu falei que a atitude dela era muito linda. Quando deu 19h, pedimos a pizza”, relembrou Natasha.

print de publicação de irmã de entregador de pizza
Foto: Reprodução/Facebook Natasha Jenifer

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Quando fui entregar, a família toda estava reunida me esperando”

O Jhon contou ao Razões que ficou muito feliz com a atitude da mãe e que se sentiu apoiado.

[Nota da Redação]

Estamos com um projeto especial com a Lancôme falando sobre a importância de compartilhar felicidade. Para ler todas as histórias clique aqui.

 

View this post on Instagram

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A post shared by Razões Para Acreditar (@razoesparaacreditar) on

 “Meu patrão contou que pediram para o entregador novo entregar (que era eu), para levar a pizza. Quando ele me passou o endereço, reconheci que era a casa da minha mãe. Quando fui entregar, a família toda estava reunida tirando foto e filmando, fiquei feliz e me senti apoiado, não esperava que seria assim”, disse.

print de conversa de whatsapp
Foto: Arquivo Pessoal

“O emprego veio na hora que ele mais precisava”

Além do amor de mãe, a atitude de dona Hetiene serviu para apoiar o filho que casou recentemente e precisava muito de um emprego.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Ele estava fazendo uns ‘bicos’ de servente de pedreiro, mas era uma coisa que não era fixa, quando ele conseguiu esse emprego, fiquei muito feliz, tanto por ele estar empregado e porque esse emprego veio na hora que ele mais precisava”, contou a mãe.

Leia também: Em meio a pandemia, casal se reinventa e cria floricultura-padaria: ”para as pessoas sorrirem mais”

família de entregador de pizz reunida
Foto: Arquivo Pessoal

E para fechar, a Natasha contou que a emoção foi tanta que o irmão até perdeu um trocadinho que ele ganhou na entrega. Hahahaha

“Somos uma família que se apoia, acho que esse é o sentido de família.”

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Esposa de cantor prova que “o amor cura” após assumir recuperação do marido que sofreu acidente 6

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,776,881SeguidoresSeguir
23,544SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Com “corrente humana”, banhistas salvam família de 9 pessoas de afogamento em praia nos EUA

Quando você percebe que alguém está se afogando no mar, a atitude mais segura é procurar um salva-vidas - pois há grandes chances de...

Indiano planta sozinho uma floresta equivalente a 550 campos de futebol

Praticamente todas as pessoas do mundo sabem que a natureza anda precisando de uma ajuda para conseguir resistir a todas as agressões impostas pelo...

Presos do Amazonas cultivam seu próprios alimentos em horta orgânica

Com o objetivo de incentivar atividades que ajudam na recuperação, a horta orgânica na Unidade Prisional de Itacoatiara (UPI), tocada por 12 detentos, é responsável...

“Mostre para alguém que essa pessoa é amada neste Natal”, prepara o lenço e assista

Desde 201o, a marca britânica John Lewis tem a tradição de fazer comerciais de Natal de arrancar lágrimas emocionadas de todos que os assistem. E esse ano...

Prêmio Brasil Criativo reverte inscrições em doações para vaquinha de cooperativa de artesãs

A Central Veredas emprega artesãs do sertão mineiro, que há um ano estão sem trabalhar após um incêndio. A cada inscrição, 10 reais serão doados para a vaquinha na Voaa.

Instagram

Mãe pede pizza só para ver o filho entregar no primeiro dia de trabalho 2