Mãe solo vai “disfarçada” a evento para pais na escola do filho e faz sucesso nas redes sociais

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO



Ao deixar o filho na escola, Yevette Vasquez notou que havia muitos carros no estacionamento. Foi quando ela perguntou ao menino o motivo. Elijah, de 12 anos, respondeu: “É o dia de ‘Donuts com o papai’”.

O dia é usado pela escola de Fort Wort, no Texas, Estados Unidos, para celebrar os “laços paternais”. Crianças cujos pais não são presentes em suas vidas ficam isoladas nesse dia, no ginásio ou na lanchonete da escola.

Yevette não queria que isso para o filho. A solução encontrada por ela foi usar um “disfarce” de pai. Ela voltou para a casa com o garoto para mudar de roupa e aparência. Yevette tirou a maquiagem, brincos e prendeu os cabelos. A mãe vestiu uma camisa xadrez, colocou um boné e um bigode falso, como o do personagem “Mario Bros”.

b_91070004_aswoman

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Eu sei que ver os outros pais com suas crianças não é fácil para meu filho. Mas a vida é assim. Eu tento fazer o possível para colocar um sorriso no rosto dele“, escreveu Vasquez num post no Facebook, que recebeu mais de 6 mil compartilhamentos.

O empenho de Yevette, que é mãe de três filhos, levantou um debate sobre o fato das escolas fazerem eventos exclusivos para os pais, que excluem famílias não tradicionais:

“Recebi muitos comentários de pessoas que acham que esses dias de donuts com os pais deveriam ser eliminados”, disse Yevette à rede ABC. “Não concordo, porque o pai é parte da vida (das demais crianças), é uma oportunidade de ter esse momento com eles. Mas deve haver o reconhecimento das crianças que não têm um ou dois pais e dar a elas a chance de encontrar o que têm em comum, impedir que elas não se sintam iguais aos demais”.

c_91071129_dad2

A mãe se diz feliz por ter encontrado uma solução bem-humorada para contornar a situação. “Já havíamos passado por isso várias vezes. Foi a primeira vez que consegui encarar isso de uma forma positiva em vez de me sentir mal”. Ela acrescenta que queria ensinar aos filhos “a não precisar arrumar desculpas ou se sentir mal por não ter um pai”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com informações do G1 / Fotos: Yvette Vasquez

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,022,894FãsCurtir
2,171,660SeguidoresSeguir
11,617SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Batismo de bebê conta com bençãos de familiares católicos, espíritas, evangélicos e umbandistas

Quando completou três meses de vida, o pequeno Iago recebeu as bençãos de sua família, cada qual à sua maneira: uma avó é católica,...

Brasileira voluntária da 2ª Guerra Mundial é hoje voluntária na luta contra o Coronavírus

A dona Blandina era adolescente quando confeccionou luvas para os soldados brasileiros da FEB (Força Expedicionária Brasileira) que lutaram na 2ª Guerra Mundial. Lá se...

Jovens e agricultores se unem e abrem bibliotecas na zona rural da Paraíba

Eu já estou apaixonado por essa história antes mesmo de começar a contar pra vocês. Esse é um exemplo de que a união entre...

Com 4 filhos pequenos, dona de casa abandonada por marido recebe apoio de internautas

A jovem mamãe Andreza Santos Araújo, 23 anos, mora e cria sozinha seus quatro filhos pequenos em Várzea Grande, Mato Grosso. Desde que o...

Universitário de 92 anos se adapta à tecnologia e nos dá uma linda lição de resiliência e otimismo

Não existe idade certa para realizarmos nossos sonhos e o universitário Carlos Augusto Manço, que entrou na faculdade aos 90 anos, é um dos...

Instagram