Mães se mobilizam para ajudar dona de casa e filha com microcefalia que comem de favor

Clique e ouça:

Publicamos ontem (5) no Instagram do Razões a história da jovem mãe Jéssica Lima, 26 anos, de Recife (PE).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A filha de Jessica, Brenda, tem microcefalia e outras alterações provocadas pela Síndrome Congênita do Vírus da Zika. Sem comida em casa, elas comem de favor na casa de vizinhos. Brenda não passa dos 7,3 quilos.

Jessica foi alertada pelo médico que se a filha não ganhasse peso até a próxima consulta, ela teria que usar uma sonda gástrica. A mãe está há um ano na fila do INSS aguardando a perícia do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Sua história comoveu muito a gente e milhares de pessoas, muitas delas mães. Lançamos a sua vaquinha na VOAA e em menos de 24h a meta dobrou!

print de conversa de mãe com equipe do Razões Para Acreditar
Foto: Reprodução/Whatsapp Voaa

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com o valor, a Jéssica já falou da possibilidade de sair do aluguel! Continue contribuindo, todo valor a mais será para ela investir numa casinha. Clique aqui.

Esta semana, Brenda colocou uma sonda temporária, além do peso, ela estava com dificuldades para mastigar a comida.

filha de mãe ajudada em Recife
Foto: Arquivo Pessoal

Linda mobilização de mães no Recife

Além da vaquinha, a mobilização de mães no Recife tem sido linda! Moradoras da cidade montaram um grupo de doações para levar até a Jéssica as coisas que a pequena Brenda precisa, como fraldas, leite especial e suplemento alimentar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Estou recebendo ligações e mensagens a cada minuto. Estou muito surpresa e feliz”, disse Jéssica.

print de seguidora querendo ajudar mãe
Foto: Reprodução/Instagram @voaa_vaquinhadorazoes

print de seguidora querendo ajudar mãe
Foto: Reprodução/Instagram @voaa_vaquinhadorazoes

Renda da família é Bolsa Família de R$171

Jéssica vive com R$ 171 do Bolsa Família. Ela paga o aluguel de um quartinho que vive com a Brenda e mais um filho, Bryan, 4 anos, no valor de R$ 100. Sobram R$ 71 para o restante do mês.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Segundo ela, o valor do benefício é o mesmo há três anos.

No caso de Jéssica, como nos da maioria das mães de crianças com a Síndrome Congênita do Vírus da Zika, conciliar outras atividades é impossível: os cuidados com as crianças, que têm pouca ou nenhuma autonomia para atividades cotidianas, exigem dedicação em tempo integral, e a mãe quase sempre é sobrecarregada.

Há um ano esperando o agendamento da perícia do INSS

Há um ano Jéssica deu entrada no Benefício de Prestação Continuada (BPC), para idosos e pessoas com deficiência de baixa renda, em uma agência do Instituto Nacional do Seguro Social de Recife.

Nem perícia tinha ainda agendado. Com a repercussão da sua história, esta semana ela recebeu a ligação de que o exame estava agendado para o próximo dia 12 de março.

“Nem acredito”, comemorou ela.

mãe com filha com microcefalia e filho
Foto: Arquivo Pessoal

O filho de 4 anos tem autismo e também precisa de remédios de uso contínuo

Ela já tentou pedir o benefício do BPC para o filho, mas a solicitação foi negada. O filho mais velho, de 12 anos, mora com o pai, desempregado, de quem Jéssica se separou há um ano.

Clique aqui e continue contribuindo para ajudar a Jéssica e seus filhos. 

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,071,618FãsCurtir
2,422,376SeguidoresSeguir
20,109SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Desconhecidos dão vida nova a idoso que recebeu arroz com ração de cachorro para comer

A história de seu José Adan começou triste, mas terminou muito feliz. Ele é um senhor idoso que vive em situação de rua e...

Yaci e Yara, filhas de quilombolas, são capa da Marie Claire

Dona Maria Santana deve estar orgulhosa, afinal, suas duas filhas gêmeas, Yaci e Yara, estão conquistando o mundo da moda com sua beleza estonteante...

Em apenas 24h, vaquinha para menino que cuida sozinho da mãe doente arrecada mais de R$277 mil

Genteeee, que alegria! Em menos de 24h, batemos a meta da vaquinha para comprar uma casa para o menino José, 15 anos, a mãe...

Menino de 15 anos, que cuida sozinho da casa e da mãe doente, comove desconhecidos e ganha vaquinha

Quinze anos e já com a responsabilidade de um chefe de família. Essa é a idade do José, sozinho, o adolescente cuida da mãe...

Desempregado investe último dinheiro pra aprender, fazer e vender pudim em SP: negócio decolou após desabafo!

Dá água na boca, não dá? Eu sou suspeito, amo pudim, mas teve gente que pediu o pudim ‘cenográfico’ do Jonas, só que não...

Instagram

Mães se mobilizam para ajudar dona de casa e filha com microcefalia que comem de favor 13