“Mais love Levy!” Músico que respondeu às declarações polêmicas do político fala sobre a repercussão do vídeo

Na semana passada uma resposta inteligente e poética às declarações embaraçosas do candidato à presidência, Levy Fidelix, chamou a atenção de muita gente e viralizou na rede, atingindo mais de 110 mil compartilhamentos no Facebook e sendo compartilhada inclusive pelo músico Nando Reis.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O autor do vídeo é o músico Fábio Azeredo, mais conhecido como Fábio Brazza que nos contou um pouco sobre como surgiu a ideia da resposta, sobre a repercussão do vídeo e sua opinião sobre tudo isso.

Confira o abaixo vídeo e a entrevista com o músico.

[youtube_sc url=”https://www.youtube.com/watch?v=KNIVX-18j0s”]

RPA: Fale um pouco sobre você.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fábio: Sou o Fábio Brazza, sou rapper, músico, letrista e na maioria das vezes minhas músicas tem um cunho social, gosto de fazer coisas para as pessoas refletirem.

RPA: O que achou das declarações do Levy Fidelix e qual foi a motivação para o vídeo?

Fábio: A opinião do Levy me assustou por alguns motivos, primeiro que ele associou homossexualidade à pedofilia, segundo, que ele usou o argumento de que a população diminuiria se apoiássemos a causa gay (…) isso é um argumento usado para manipular o medo na maioria. Também as partes “vocês têm que se tratar” dando a entender que é uma doença e o “bem longe daqui” que foi quando fiz a comparação com a Alemanha Nazista e o Apartheid, a gente acha que algumas ideias do passado não existem, que a sociedade evoluiu, e de repente entramos num debate como esse e encontramos pessoas que ainda pensam assim.

RPA: Como foi a repercussão?

Fábio: Não esperava que fosse dar tanta repercussão assim, escrevi o texto em 20 minutos e acabamos filmando na hora, no dia seguinte os comentários eram impressionantes, muitas pessoas apoiando, mas também pude ver o ódio de algumas, que me ofenderam, xingaram e ameaçaram. Acabei sentindo um pouco na pele o que os homossexuais passam diariamente, e isso me fez ter ainda mais empatia e compaixão pela causa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

RPA: O que aprendeu com essa história toda?

Fábio: Quero me informar mais do assunto, porque dei minha opinião, mas acabei errando em dois termos “homossexualismo” e “opção sexual”, que depois fui corrigido, os corretos são homossexualidade e orientação sexual. Eu não tinha conhecimento desses termos, porque talvez a sociedade não debata isso, mais uma prova de que ainda falta muito dialogo para que haja o entendimento entre os dois lados.

RPA: Alguma consideração final?

Fábio: A minha intenção foi não somente defender a causa gay, mas o amor ao próximo, que acho que falta, sempre fui uma pessoa que pregou pelo amor e pelo respeito, acho que são os valores principais do meu caráter.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fabio ainda afirma ser a favor do casamento entre pessoas do mesmo sexo e que o Brasil ainda está engatinhando no sentido de aprender a aceitar as diferenças. E aí, também achou que ele deu uma aula de respeito ao próximo?

 

Mais Love Levi por Robson Ricardo Barbosa

Caricatura enviada por fã

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,769,066SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Ex-aluno arrecada R$154 mil e ajuda a mudar a vida de professor que morava em seu carro

Um rapaz teve a oportunidade de retribuir o carinho de um ex-professor idoso que virou sem-teto. José Villaruel, o Sr. Villaruel, ficou sem trabalho...

15 ideias para manter sua árvore de natal à provas de bichos de cães e gatos

Quem tem catioro ou gatíneo sabe que eles simplesmente são fascinados por árvores de natal ou qualquer outro elemento decorativo desta época. Eles AMAM ver...

Desconhecidos “salvam” aniversário de criança após furo dos convidados

Graças a uma corrente do bem na internet, de pessoas desconhecidas, a festa de aniversário de criança de 4 anos, em Melbourne, na Austrália,...

Bombeiro chora ao resgatar criança de 4 anos que se afogava: “lembrei do meu filho” (SP)

A foto de um bombeiro chorando, com uma criança no colo, viralizou rapidamente nos últimos dias. O homem é o cabo Joel Júnior Silva...

Após desabafo sobre sonho de ter um lar, internautas ajudam pai de família a construir casa na Paraíba

Pessoal, vocês lembram do caso do Robson? Ele mora lá em Cabedelo (PB) e fez um desabafo nas redes sociais contando que seu sonho...

Instagram