Empresa de ração incentiva adoção de vira-latas com nomes errados de raças de cachorros

Segundo o Google, “Pintier”, “Hot Vaile”, “Pudol” e “Yorkshine” são alguns dos termos mais buscados por pessoas que desejam adotar um cãozinho.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Pensando nisso, a ONG Clube dos Vira-Latas, numa parceria com a marca de rações para cachorros Güd criaram o Busca Dogues, projeto que visa chamar atenção para a importância de se adotar cães vira-latas que ainda não possuem um lar.

À primeira vista, a ideia é antagônica, mas foi uma ótima sacada. Tudo o que o projeto faz é brincar com o fato das pessoas buscarem por cães de raça com a grafia errada. E daí surge a oportunidade.

Empresa de ração incentiva adoção de vira-latas com nomes errados de raças de cachorros Empresa de ração incentiva adoção de vira-latas com nomes errados de raças de cachorros

O site explica a estratégia: “sempre que alguém buscar por alguma raça e vacilar na digitação, um vira-lata tem chances de ser visto e adotado”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Segundo Claudia Demarchi, presidente da ONG Clube dos Vira-Latas, tudo começou há dois meses, quando a entidade buscava maneiras de acelerar a adoção dos 600 cachorros que moram no abrigo atualmente.

Empresa de ração incentiva adoção de vira-latas com nomes errados de raças de cachorros Empresa de ração incentiva adoção de vira-latas com nomes errados de raças de cachorros

Assim, sempre que alguém buscar por um cão de raça com a grafia errada, o Busca Dogues maneja um anúncio patrocinado, oferecendo um cachorrinho simpático e fofinho.

Quando o usuário clica no anúncio, é redirecionado para o site da ONG, onde descobre que o termo digitado foi usado para conectar ele à um vira-lata resgatado e cuidado pela entidade.

Leia tambémSkatista fica nervoso ao levar mordida de cachorro, pede desculpas e sua atitude viraliza

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A dupla por trás do projeto é Rafael Miessi (redator) e Mica Moran (diretor artístico). Eles contam que a ideia partiu de um fato muito simples: “Escrever nome de algumas raças é muito complicado. Foi aí que vimos a oportunidade para falar de um assunto relevante para a marca, a adoção de vira-latas”, contam.

Esperamos que muitos “Pintiers”, “Hot Vailes” e “Pudols” sejam adotados!

Leia tambémProjeto incentiva a recolocação no mercado de trabalho para pessoas com mais de 50 anos

[Nota da Redação]

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Projeto abre vagas para pessoas com mais de 50 anos voltarem ao mercado de trabalho. Assista o vídeo:

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: B9
Fotos: Reprodução / Güd

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,758,975SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Com tom de pele lindamente escuro esta jovem está quebrando a internet

Cada tom de pele tem sua beleza e particularidade, muito por carregar em si uma história relacionada às nossas origens, e uma jovem tem...

“Loja Vazia” recebe doações para a campanha do agasalho deste ano

Uma loja recém-inaugurada no São Bernardo Plaza Shopping, no interior de São Paulo, fez valer o conceito de “Loja Vazia” em prol da campanha...

Ônibus que anda sobre carros começa a operar na China

Uma companhia chinesa criou o primeiro ônibus do mundo que anda sobre carros. Ele custa cinco vezes menos do que a construção de linhas...

Pandas aproveitam zoológico vazio para acasalar pela 1ª vez em 10 anos

Dois pandas aproveitaram que o zoológico Ocean Park, em Hong Kong, estava fechado devido à quarentena para acasalar. Detalhe: eles não faziam isso há...

Google faz um dos anúncios de transição de gênero mais interessantes dos últimos tempos

Cada vez mais questões transexuais ganham espaço na mídia, mesmo com a maioria das marcas ainda apresentando dificuldades em saber como entrar nessa conversa. Mas...

Instagram