Nike e Adidas; Netflix e Hulu: Marcas historicamente rivais se unem contra o racismo

0
5968

Através de uma ação inédita que mostra que não há nada mais importante do que a vida e o respeito ao próximo, marcas historicamente rivais, como Nike e Adidas; Netflix e Hulu, decidiram se unir contra o racismo. Isto porque, na última semana um clima tenso pairou sobre os Estados Unidos, gerando uma onda de protestos contra a morte de George Floyd.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

protesto eua
Foto: John Sibley/Reuters

Em vídeo poderoso publicado pela Nike, na última sexta-feira (29) no Twitter, a empresa pede que as pessoas ignorem o famoso slogan, Just Do It (apenas faça) e passem a utilizar o “For once, don’t do it” (por uma vez, não faça), fazendo referência ao racismo e à truculência policial, já que George Floyd foi morto por um policial branco enquanto estava sobre custódia e implorava por sua vida.

“Não finja que não há um problema. Não vire as costas para o racismo. Não aceite que vidas inocentes sejam tiradas de nós. Não pense que isso não te afeta”, diz a publicação da Nike.

Minutos depois, a Adidas compartilhou a publicação, pedindo união contra o racismo. “Juntos é como nós seguimos em frente. Juntos é como promovemos mudanças”, afirmou a icônica marca.

George Floyd
Foto: AFP / David GANNON

O mundo passa por momentos de tensão e não foi somente estas duas marcas que decidiram formar alianças.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Netflix e Hulu, concorrentes no mercado de streaming, também se posicionaram de maneira inédita: “Ficar em silêncio é ser cúmplice. Vidas negras importam”, afirma texto publicado pela Netflix. Logo embaixo, a Hulu não somente dá like, como coloca um emoji de coração.

O mundo já vive momentos tão tensos em decorrência do coronavírus, não precisamos de mais violência, não é mesmo? Ações como esta são essenciais para colocar as coisas em perspectiva, afinal, absolutamente nada é mais importante do que a vida.

Canal Coronavírus: veja boas notícias, vagas home-office e como ajudar pequenos negócios clicando aqui.

Fonte: Exame

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.