Mecânico faz brinquedos de papelão nas horas vagas e doa a crianças e adultos

O mecânico William César Martins, 41 anos, usa a sua criatividade e empatia pelas pessoas para produzir brinquedos feitos a partir de materiais recicláveis (papelão, arames, madeira etc.) que são doados a quem tiver interesse, desde crianças até adultos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

No ano passado, William doou mais de 30 carrinhos para pessoas desconhecidas. “Elas passam, se interessam e aí eu pergunto: “Você quer?” Ah, eu vejo felicidade no rosto delas”, conta.

O mecânico vive em Brasília, mas morou até os 8 anos em Minas Gerais. Aos 5 anos, ele já fazia artesanatos para se divertir com latas de sardinha e chinelos velhos.

Ele começou a desenvolver a técnica de fazer carrinhos, robôs, entre outros brinquedos, com papelão na capital federal: “Na época do colégio, quando uma professora pediu para fazer uma maquete da Esplanada, usei uma caixa de pasta de dente e uma de fósforo. Foi quando eu tomei gosto pelo artesanato”, relembra. “O que antes era uma alegria, hoje virou um hobby, uma paixão, algo que ocupa um pouco do meu tempo.”

brinquedos
(Foto: Jéssica Nascimento/G1)

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também:

Camareira em hotel de SP deixa bilhete de boas-vindas mais afetuoso que você já viu

Lealdade: Labrador de menino autista não sai de perto dele nem no hospital

Caixas do Sul (RS) instala ponto de ônibus com teto verde que produz energia solar

via [Correio Braziliense]

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,822,141SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

O hip-hop como uma ferramenta de transformação social em Uganda

Se procurarmos um pouco encontraremos na internet muitos casos de esportes/dança que mudaram a realidade de jovens no Brasil e no mundo. Mas como...

Lei em Florianópolis proíbe cachorros de ficarem presos ou acorrentados

Os tutores devem pelo menos intercalar momentos em que o animal fica preso e solto.

140 voluntários promovem corrida para garoto que perdeu a visão

Cerca de 140 voluntários promoveram uma corrida especial para Natanael, em que todos usaram vendas.

Ex-menino de rua que morava em armário de aeroporto passa em 5 concursos públicos importantes

Ismael Batista tinha apenas 8 anos quando fugiu de casa após o pai, que não queria gente fumando maconha na esquina onde morava, ser...

Antarctica lança música de Gonzaguinha censurada pela Ditadura Militar

Através de uma tecnologia inovadora, a música será lançada na voz do próprio compositor e músico, morto em 1991.

Instagram