Médica cria projeto para distribuir coletores menstruais a nigerianas que vivem em condições insalubres

Em alguns lugares da Nigéria, a menstruação é considerada uma impureza. Isso faz com que mulheres sejam, praticamente, excluídas de tudo durante o seu ciclo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A médica Nkasi Obim Nebo e a ONG PeachAid Medical Initiative resolveram mudar essa realidade. A situação dessas mulheres chegou até nós pela jornalista Thainá Prado que escutou essas mulheres no filme Sangue Sagrado.

Agora elas precisam de apoio financeiro para distribuir coletores menstruais e ajudar mulheres a cuidarem da saúde dos seus corpos. Lançamos a vaquinha na VOAA para a ONG comprar e distribuir coletores menstruais. Faça a sua contribuição clicando aqui!

Documentário relata experiências da mulher nigeriana com a menstruação

Conhecemos mais da situação das mulheres nigerianas através da jornalista Thainá Prado, que lançou recentemente, o documentário Sangue Sagrado.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Thainá embarcou na cultura nigeriana para entender melhor como essas mulheres se sentem e como é a relação delas com o tabu da menstruação.

Mulheres são ensinadas que menstruação é doença

É isso mesmo gente, para a cultura do país, a menstruação é uma doença e muitas mulheres são educadas a pensar dessa forma.

A médica Nkasi Obim Nebo vem trabalhando para quebrar esse mito, ensinando mulheres de comunidades rurais mais afastadas ou que são vítimas de ataques do grupo terrorista Boko Haram.

Ela fala sobre os cuidados durante a menstruação, saúde sexual, cuidados ginecológicos e até igualdade de gêneros.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

educação sobre saúde da mulher
Aula sobre ciclo menstrual. Reprodução: Thainá Prado

A vaquinha vai ajudar a a médica Nkasi Obim Nebo e a ONG PeachAid Medical Initiative a manterem as aulas de conscientização e a distribuição de coletores! Faça a sua contribuição!

A situação dessas mulheres é tão precária, gente, que elas são submetidas a coisas como, ficar sentada por 4 horas em um balde cheio de areia ou serem proibidas de ficarem com o marido e os filhos durante o ciclo.

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por VOAA – a vaquinha do Razōes (@voaa_vaquinhadorazoes) em

Algumas histórias que são contadas, mostram que mulheres nigerianas muitas vezes colocam a saúde em risco, usando folhas na calcinha, para conter a menstruação ou, até mesmo, reutilizando tampões.

mulher segurando um coletor menstrualAs nigerianas precisam da nossa ajuda! Clique aqui para contribuir com a vaquinha!

 

selo conteúdo original

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,642,968SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Após 10 anos brigados, filha descobre que pai vivia em condições insalubres e faz campanha para ajudá-lo

Seu Sebastião, 71, por causa de uma hérnia umbilical estourada, precisou ser internado as pressas. Sua filha, Cristina, 37, que não o visitava em...

Em Salvador, Ivete Sangalo fica sem carro e pede carona para fã que passava na rua

Que Ivete Sangalo é gente como a gente, todos nós já sabemos, e dessa vez ela resolveu pegar carona com uma fã na rua,...

Para ajudar a esposa com depressão, marido lista motivos pelos quais a ama

O amor de verdade é aquele que está do seu lado o tempo todo, principalmente nas horas mais difíceis. Exemplo disso é o americano...

Pesquisador desenvolve filtro de água que usa sementes de açaí e garrafa pet

O açaí é muito abundante na região Norte do Brasil e a industrialização das polpas acabam gerando um descarte grande das sementes. Foi então que...

Instagram