Médico coleta lacres de alumínio para alimentar crianças humildes

O médico Bruno Pompeu Marques, de Santos (SP), compra leite e outros alimentos para crianças atendidas por instituições beneficentes com o dinheiro que junta vendendo lacres de alumínio e tampas plásticas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ele criou uma rede de apoio no WhatsApp que não para de crescer. O grupo chamado ‘Captação e Catação’ tem cerca de 100 colaboradores. É a forma que o médico encontrou para aproximar pessoas interessadas em ajudar.

Lá, eles organizam a coleta do material, vendido em seguida para um estabelecimento que compra material reciclável.

médico coleta lacres alumínio alimentar crianças carentes

A campanha foi batizada de ‘Tampa Amiga’, segundo informações do site Boqnews. Vale lembrar que o grupo conta com pessoas que moram em outras cidades, como São Paulo e Araçatuba, no interior paulista.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mais de 631 quilos de lacres de alumínio e tampas plásticas já foram coletados. Nesse ritmo, Marques calcula chegar a uma tonelada de material retirado das ruas e praias antes do final do ano. “Meu carro vive cheio de tampas e lacres. Estou até pensando em comprar uma Kombi”, brinca Marques.

O médico consegue encontrar tempo entre o trabalho no Centro de Saúde Martins Fontes, pela manhã, e no seu consultório, no período da tarde, para recolher as doações. Não é difícil topar com ele nas ruas e praias de Santos recolhendo lacres e tampinhas, antes mesmo da coleta do caminhão de lixo reciclável.

“Consigo fazer isso nas horas vagas. O objetivo é ajudar as crianças e dar um destino melhor a esse lixo reciclável”, afirma ele

médico coleta lacres alumínio alimentar crianças carentes

Depois que recolhe o material, o médico os vende. Com o dinheiro recebido compra leite, farinha, açúcar e achocolatado para mais de 100 crianças de duas associações beneficentes. Só de leite foram doados quase 100 litros.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

médico coleta lacres alumínio alimentar crianças carentes

O projeto tem pontos de coleta no Colégio do Carmo, na Ponta da Praia, nas portarias do edifício Med Center (Rua Olinto Rodrigues Dantas, 343, na Encruzilhada) e no consultório do médico (Avenida Afonso Pena, 170, no Boqueirão).

É assim que o médico e dezenas de colaboradores ajuda a resolver dois problemas de uma só vez: o lixo nas ruas e praias e a falta de alimentos para crianças e famílias carentes da região. Quem quiser se juntar a essa corrente do bem basta acompanhar a página do médico no Facebook.

crédito das fotos: Divulgação

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,822,141SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Cartões para dizer “Eu te amo” de uma forma nada convencional

A nossa forma de dizer "eu te amo" muda conforme nossas relações se desenvolvem, mas uma coisa é certa - humor muitas vezes ajuda!...

Marca de cerveja realizará casamento comunitário no Rio

A marca de cervejas Antartica tem trabalhado bem forte, desde o começo do ano, o conceito Coisa BOA gera Coisa BOA. Sempre tentando trabalhar...

Nova Zelândia dará licença paga a vítimas de violência doméstica

País aprovou licença remunerada de 10 dias para vítimas de violência doméstica.

Pomba que não consegue voar e chihuahua que não anda se tornam amigos inseparáveis

Enquanto os seres humanos estão sempre em busca de semelhanças em seu círculo de amizades, os animais ensinam que amigos de verdade não estão...

Vovô sem olfato pede ajuda a neta para comprar perfume ‘cheiroso’ de aniversário para amada

No último domingo (4), a avó de Juliana Alves comemorou mais um aniversário em Cristino Castro, município de 10 mil habitantes no sul do...

Instagram