Médico coleta lacres de alumínio para alimentar crianças humildes

O médico Bruno Pompeu Marques, de Santos (SP), compra leite e outros alimentos para crianças atendidas por instituições beneficentes com o dinheiro que junta vendendo lacres de alumínio e tampas plásticas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ele criou uma rede de apoio no WhatsApp que não para de crescer. O grupo chamado ‘Captação e Catação’ tem cerca de 100 colaboradores. É a forma que o médico encontrou para aproximar pessoas interessadas em ajudar.

Lá, eles organizam a coleta do material, vendido em seguida para um estabelecimento que compra material reciclável.

médico coleta lacres alumínio alimentar crianças carentes

A campanha foi batizada de ‘Tampa Amiga’, segundo informações do site Boqnews. Vale lembrar que o grupo conta com pessoas que moram em outras cidades, como São Paulo e Araçatuba, no interior paulista.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mais de 631 quilos de lacres de alumínio e tampas plásticas já foram coletados. Nesse ritmo, Marques calcula chegar a uma tonelada de material retirado das ruas e praias antes do final do ano. “Meu carro vive cheio de tampas e lacres. Estou até pensando em comprar uma Kombi”, brinca Marques.

O médico consegue encontrar tempo entre o trabalho no Centro de Saúde Martins Fontes, pela manhã, e no seu consultório, no período da tarde, para recolher as doações. Não é difícil topar com ele nas ruas e praias de Santos recolhendo lacres e tampinhas, antes mesmo da coleta do caminhão de lixo reciclável.

“Consigo fazer isso nas horas vagas. O objetivo é ajudar as crianças e dar um destino melhor a esse lixo reciclável”, afirma ele

médico coleta lacres alumínio alimentar crianças carentes

Depois que recolhe o material, o médico os vende. Com o dinheiro recebido compra leite, farinha, açúcar e achocolatado para mais de 100 crianças de duas associações beneficentes. Só de leite foram doados quase 100 litros.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

médico coleta lacres alumínio alimentar crianças carentes

O projeto tem pontos de coleta no Colégio do Carmo, na Ponta da Praia, nas portarias do edifício Med Center (Rua Olinto Rodrigues Dantas, 343, na Encruzilhada) e no consultório do médico (Avenida Afonso Pena, 170, no Boqueirão).

É assim que o médico e dezenas de colaboradores ajuda a resolver dois problemas de uma só vez: o lixo nas ruas e praias e a falta de alimentos para crianças e famílias carentes da região. Quem quiser se juntar a essa corrente do bem basta acompanhar a página do médico no Facebook.

crédito das fotos: Divulgação

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,917,765SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Shopping abriga animais à noite para que não passem frio na rua

O inverno no hemisfério norte costuma deixar as temperaturas congelantes e representa um perigo real para as pessoas em situação de rua, mas também...

Policial dá banho em cachorro que desmaiou de calor nas ruas de Joinville

"Tenha certeza de que este cãozinho ficou muito grato por você ter ajudado”, comentou um internauta.

Pai faz blog/diário para registrar momentos que seus filhos poderão acessar quando adultos

O pai (e escritor) é Pedro Fonseca, ele criou o blog Do seu pai, onde escreve cartas para seus filhos, João e Irene, e...

Idosa internada com falta de ar por causa da Covid-19 pede pra dançar forró antes de exame para retirada de oxigênio

Dona Maria Ferreira, de 74 anos, mostrou que a falta de ar e a insuficiência cardíaca adquiridas pela Covid-19, não eram suficiente para impedi-la...

Policiais escoltam menino em seu primeiro dia na escola

Os policiais eram colegas de trabalho do pai do menino, morto em um tiroteio.

Instagram

Médico coleta lacres de alumínio para alimentar crianças humildes 1