Médico estudou Libras para se comunicar com pacientes surdos

Antes mesmo de entrar para a faculdade de medicina, na Universidade do Vale do São Francisco (UNIVASF), em Petrolina, Pernambuco, Igor Jambeiro tinha contato com o universo da Língua Brasileira de Sinais (Libras).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ele está no 12º período da faculdade, praticamente formado. Igor é médico interno, uma modalidade de estágio, no Hospital Regional de Juazeiro (HRJ), na Bahia. Foi em um espetáculo de Natal o primeiro contato de Igor com a Libras. Realizado pela Primeira Igreja Batista de Petrolina, o espetáculo tinha um coral em Libras.

“Eu participei e quis continuar. Então, tive contato com a comunidade e hoje sou um dos intérpretes da minha igreja”, contou Igor ao Razões para Acreditar.

Leia também: Após demissão sem aviso prévio, médico atende pacientes na calçada

Ele conta que já acompanhou amigos deficientes auditivos em consultas médicas. Durante esses acompanhamentos, Igor notou a importância de saber Libras para atender melhor esses pacientes.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

médico aprende libras comunicar pacientes deficientes auditivos
Foto: Dajison Carvalho

“Sendo amigo deles, descobri o quanto é ruim e desconfortável, por vários motivos, como diagnósticos errados, erro na conduta, ou então não saber explicar a maneira correta de tomar os medicamentos, incluindo tempo de aprazamento, quantidade e informações sobre a utilização correta e racional da medicação”, explica.

Outro ponto destacado por Igor tem a ver com a privacidade dos pacientes. Muitas vezes, segundo o médico, o paciente gostaria de conversar apenas com o médico, sem a participação de um intérprete.

Poderia haver essa comunicação direta, sem ser necessária a interlocução do intérprete. Sendo da escolha do surdo se a nossa consulta seria somente entre nós dois, ou se ele se sente à vontade o suficiente para que haja a presença do intérprete.”

médico aprende libras comunicar pacientes deficientes auditivos
Foto: Dajison Carvalho

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

médico aprende libras comunicar pacientes deficientes auditivos
Foto: Dajison Carvalho

Até hoje, Igor atendeu uma única paciente deficiente auditiva. Ele lembra que a paciente achou maravilhoso o atendimento e que muitos amigos da comunidade surda colocam esperanças nele quando for um profissional com CRM e formado.

Mas dentro da própria faculdade Igor desenvolveu pesquisas relacionadas ao uso racional de medicamentos e promoção de novas tecnologias para melhorar a comunicação entre pacientes deficientes auditivos e profissionais da saúde ouvintes.

médico aprende libras comunicar pacientes deficientes auditivos
Foto: Janderson Magalhães

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A fluência em Libras é facilitada por outros interesses de Igor. Além de médico, ele é produtor de peças teatrais em Libras, bailarino e ator. Diferentes linguagens corporais que se somam à Libras para Igor oferecer um atendimento justo e humanizado à comunidade surda.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

médico aprende libras comunicar pacientes deficientes auditivos

crédito das fotos: Janderson Magalhães e Dajison Carvalho

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM







Médico estudou Libras para se comunicar com pacientes surdos 2

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
5,075,725SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Cuidadores do Zoológico de Guarulhos (SP) fazem festa de aniversário para onça-pintada idosa

Na quarta-feira passada (8), o Zoológico de Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo, parabenizou a onça-pintada Tiana por seus 14 anos de vida! A...

Para conscientizar sobre a doença de perda de cabelos, mulheres posam nuas e carecas

Com inspiração vinda de modelos de calendário, essas pessoas tiveram a ideia de fazer um calendário um tanto único. Num estilo bem positivo elas...

Pela 1ª vez em dois anos, hospital de MG completa 24h sem pacientes internados com Covid

Após dois anos prestando o melhor atendimento a mais de 1.200 pacientes internados com a Covid-19, os profissionais da saúde do Hospital Universitário Mário...

Instituto Chefs Especiais comemora o Dia Internacional da Síndrome de Down de um jeito diferente

O Instituto Chefs Especiais realizará suas oficinas hoje de um jeito bem diferente para comemorar o Dia Internacional da Síndrome de Down (21 de...

Primeiro diploma em braille é entregue a estudante em Pernambuco

Para todos os estudantes que se engajam no curso de graduação em Direito, uma coisa é certa: eles precisarão rotineiramente renunciar ao tempo livre...

Instagram

Médico estudou Libras para se comunicar com pacientes surdos 3