Meditação e Artes Marciais

Por Erik Alvarenga (Shigaru)

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

No vasto mundo das artes marciais, encontram-se diversos estilos, linhagens, técnicas, lendas e acima de tudo muito conhecimento e sabedoria ancestral de muita valia para a compreensão das bases principiológicas que integram todas as artes marciais. Infelizmente, muitos dos conhecimentos ancestrais foram sendo deixados de lado em razão de conflitos políticos, guerras e diferenças culturais. Esta realidade foi compreendida ao longo dos anos de estudo e pesquisa contínua que engendro.

Estudo e pratico artes márcias desde a infância, começando pelo Judô, passando por Karate Full Contact, Jiu Jitsu, entre outras. Mas uma coisa que sempre me fascinou nas artes marciais foi o autoconhecimento que me proporcionava. Ainda era criança quando conheci o Kung Fu assistindo aos filmes do Bruce Lee, e me apaixonei. Naquele período comecei a buscar professores e não conseguia encontrar um que me ensinasse da maneira que eu buscava, e esta busca durou anos, até que encontrei o Wing Chun. Depois de um tempo de prática, busquei um mestre que realmente atendesse minhas expectativas e encontrei o Sifu Sergio Iadarola, que não apenas supriu, mas superou-as. Um buscador nato que resgatou as linhagens mais ancestrais, as raízes mais profundas do Wing Chun e sua conexão com o Chan (Zen) Budismo. Venho acompanhando sua busca e pesquisa desde 2003.

Mesmo assim fui além, pois ainda não havia conseguido encontrar uma forma de ensinar arte marcial com uma linguagem clara para as pessoas utilizarem os ensinamentos em sua vida, por isso busquei também ensinamentos sobre liderança, moderna e ancestral, e meditação. Em 2009 encontrei a Fundação chilena Cóndor Blanco e venho aprimorando continuamente meus estudos e práticas ancestrais e modernas com os ensinamentos de Suryavan Solar, trabalhando mais a fundo os conceitos marciais de Mente, Corpo e Energia.

Nesta caminha de estudos marciais, que hoje prefiro chamar de caminho do guerreiro, descobri que toda arte marcial verdadeira tem três estágios. O primeiro acontece em um nível físico, denso e mais facilmente perceptível a todos nós. O segundo é um nível mais sutil onde ocorrem o fluxo dos pensamentos, sensações emocionais, etc. E o último e mais desafiante acontece em um nível de transcendência e de integração. Essa é a essência de toda arte marcial oriental.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Um detalhe importante é que esses estágios são os mesmos que acontecem na pratica do Yoga, na execução de técnicas corporais, respiratórias, meditação ou em qualquer outra técnica. Afinal o aparato humano é o mesmo, seja no oriente ou no ocidente. E a forma de desenvolver e aprimorar o indivíduo, embora cada cultura encontre uma forma diferente para isso, necessariamente vai passar por esses três estágios: Físico (denso/energético), sutil (emocional/mental) e não-dual (trancendental/transpessoal/transracional).

Leia o texto na íntegra em Gayatri Revista.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Meditação e Artes Marciais 2

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,977,244SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Ele errou o número na hora de colocar 50 reais de crédito no celular, mas recebeu grata surpresa

Quando a gente fala aqui no Razões da importância de valorizar os pequenos gestos de gentileza do cotidiano, é disso que estamos falando. O Leonardo...

Calendário 2020 de bombeiros australianos ajudará crianças com queimaduras

O calendário patrocinado pelo Corpo de Bombeiros já levantou mais de US$ 3 milhões (R$ 12,3 milhões) para dezenas de instituições filantrópicas e sem fins lucrativos desde 1993.

App ajuda pais deficientes auditivos a diferenciar choro de seus bebês

O Crybaby é capaz de interpretar as necessidades do bebê com uma precisão de até 90%.

Empreendedora supera infância difícil e gera oportunidades de crescimento a outras mulheres

Pé na estrada e vamos recomeçar juntas! Não é força de expressão nem nada do tipo. Alessandra já pegou muita estrada para empoderar outras...

Aos 87 anos, essa senhora passou por grande transformação com Yoga

Aos 87 anos, a norte-americana Anna Pesce defende que atividades físicas são benéficas em qualquer idade e nunca é tarde para viver uma transformação. Há...

Instagram

Meditação e Artes Marciais 3