Ativista de 16 anos é indicada ao Nobel da Paz por luta contra mudanças climáticas


ativista Greta Thunberg indicada Nobel da Paz
PUBLICIDADE ANUNCIE

A sueca Greta Thunberg, incomodada com a inércia dos políticos em relação ao aquecimento global, resolveu protestar sozinha com um único cartaz na mão.

Era uma sexta-feira do mês de agosto de 2018, e a adolescente mal sabia que sua atitude ia gerar um movimento estudantil global. E que, 7 meses depois, seria indicada ao Prêmio Nobel da Paz por isso.

Tudo aconteceu muito rápido: através das redes sociais, Greta engajou jovens do mundo todo nas fridaysforchange (“sextas-feiras pelo futuro”, em tradução livre).

ativista Greta Thunberg indicada Nobel da Paz
A ativista sozinha militando pelo meio ambiente

Desde então, mais de cem países apoiam a iniciativa da jovem, inclusive, o Brasil. Em 15 de março de 2019 ela convocou uma greve escolar global: milhares de estudantes foram às ruas para protestar.

O começo

A ativista conta que ficou muito impressionada ao ouvir falar pela primeira vez em mudança climática na escola, aos oito anos.

Os professores de Greta mostraram fotos de ursos polares famintos, florestas desmatadas e plásticos nos oceanos. A crise ecológica e climática levou a menina a uma forte depressão: “Parei de ir à escola, parei de falar, porque estava muito triste. Aquilo me deixou muito preocupada.”

Aos 15 anos, porém, ela decidiu arregaçar as mangas e fazer a diferença. Ela diz ter prometido a si mesma que “iria fazer algo de bom com a sua vida”.

PUBLICIDADE ANUNCIE
ativista Greta Thunberg indicada Nobel da Paz
Mais pessoas unidas pela causa com a ativista.

A indicação ao Prêmio Nobel ocorreu um dia antes da greve. Se Greta vencer, será a pessoa mais jovem a conseguir o feito: atualmente o título é da ativista paquistanesa Malala Yousafzai.

Um fato curioso é que a ativista tem síndrome de Asperger, um tipo de autismo – característica que ela considera positiva: “Me faz ver coisas além do óbvio”.

Reconhecimento mundial e indicação ao Nobel

Desde que se tornou uma voz ativa pela questão climática, Greta passou a ter uma agenda atribulada. Ela já se encontrou com o Papa Francisco, discursou no Parlamento Europeu e participou da Conferência do Clima da ONU.

Além disso, o vídeo de sua apresentação na TEDx-Estocolmo tem mais de 1,3 milhões de visualizações.

É inegável que Greta é uma inspiração para toda uma geração de futuros adultos mais preocupados com o planeta e dispostos “a quebrar as regras”, como ela mesma diz.

Vai, planeta!

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: G1/ Fotos: Instagram e Twitter @greathunberg

PUBLICIDADE ANUNCIE


PUBLICIDADE ANUNCIE

Comentários no Facebook

Acessar

Resetar senha

Voltar para
Acessar