Em cartinha ao Papai Noel, menina pede a cura de sua doença para não sofrer mais bullying

Oi, Papai Noel. Estou escrevendo para falar que não quero mais a bicicleta e nem o celular, eu quero alguma coisa para sumir as manchas e as bolhas de mim. 😭 Traz uma boneca para a Vitória, eu só tenho ela como amiga e ela não me chama de sarnenta“.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A cartinha da Ágatha, de 12 anos, é tão linda e ao mesmo tempo, tão emocionante, não é? É impossível não ser tocado por um pedido desses, gente! Então decidimos que seríamos o Bom Velhinho dessa garotinha tão linda!

Por isso, lançamos uma vaquinha na Voaa para custear o tratamento que a Ágatha precisa para ficar curada. Vamos ajudar? Faça a sua contribuição!

Dá uma olhada na cartinha da Ágatha.

menina escreve carta para papai noel pedindo cura

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela sofre bullying por causa da doença

A Ágatha tem psoríase, uma doença de pele que não tem cura e causa muita coceira e sangramento. Ela forma manchas brancas ou vermelhas, deixando o corpo da pessoa bastante manchado.

A psoríase não é contagiosa, mas por deixar a pele com marcas, fez com que a Ágatha começasse a sofrer bullying de outras crianças da sua idade. E esse foi um dos motivos que a fez escrever para o Papai Noel, pedindo a sua cura.

Como ela mesmo diz na cartinha, apesar da doença de não ser contagiosa, ela sofre humilhação de pessoas que “fogem” dela dizendo que é sarna.

menina escreve carta para papai noel pedindo cura

Ágatha já está com a doença bastante avançada. Hoje ela tem 95% do seu corpo com manchas. Para que a doença não comprometa ainda mais a saúde dessa garotinha, ela precisa fazer tratamento com antibióticos e pomada especial em Garuva (SC).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Todo dinheiro arrecadado com a vaquinha será destinado para a família investir em medicamentos, consultas e outros tratamentos para a Ágatha.

Família humilde

Apesar de ser um problema de pele muito comum, a psoríase exige um tratamento de custo um pouco elevado.

A família da Ágatha é bastante humilde. A mãe dela está desempregada e o pai faz pequenos bicos de pedreiro para sustentar os 5 filhos.

Eles não têm condições de manter os atendimentos com um dermatologista particular ou por plano de saúde, então dependem da disponibilidade do SUS.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Por exemplo, além das medicações, a Ágatha precisa se alimentar direito com muita proteína e carne para melhor controle da psoríase. Como a família passa bastante dificuldade financeira, tem dias que eles só conseguem arroz e feijão para se alimentar.

A vaquinha é para que a Ágatha realize o seu pedido de Natal e faça seu tratamento completo para viver melhor e mais feliz!

Vamos ajudar a Ágatha a fazer esse tratamento? Clique aqui e faça a sua contribuição!

selo conteúdo original

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,413,626SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Casal faz ensaio fotógrafico maravilhoso para celebrar 69 anos de casados

A página de Facebook El Mimoso Oficial, compartilhou uma série de fotos de explodir de amor o coração de qualquer mortal <3 Na descrição do álbum,...

Garota de nove anos faz carta para seu professor que se assumiu gay

Uma garota de nove anos escreveu uma carta fofa para seu professor, após ele se assumir gay em uma aula para combater homofobia e...

Estudantes da UFF criam jogos que auxiliam idosos a exercitar a mente

Estudantes da Universidade Federal Fluminense (UFF) desenvolveram dois jogos cognitivos que auxiliam idosos a exercitar a mente e identificar potenciais doenças mentais, como a...

Idoso que vivia sozinho é ‘adotado’ por vizinhas e torna-se o vovô mais querido da internet

Seu Roberto ficou famoso e até criou um Instagram para atender a tantos netos do Brasil todo!

Filho usa escada para matar saudade da mãe de 80 anos sem violar quarentena em PE

Como você se sentiria se precisasse ficar afastado da sua mãe, sem poder tocá-la? Foi o que aconteceu com o pernambucano Saulo Luiz de...

Instagram