Carta de menina de 6 anos leva empresa a lançar brinquedos de mulheres soldados

Uma menina de 6 anos se sentiu mal representada ao não encontrar uma versão feminina dos soldados do “Exército Verde” e decidiu entrar em contato com a fabricante de brinquedos responsável pela produção das peças.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A pequena Vivian Lord vive no Arkansas (EUA) com a família. Em meio às férias, ganhou de presente uma caixa recheada de soldadinhos do Exército Verde para brincar, uma vez que adora esse tipo de brinquedo.

À medida que ia retirando as dezenas de peças da caixa, ficou frustrada ao não encontrar sequer uma mulher soldado no grupo.

“Ela queria que fizéssemos uma pesquisa no Google para ver se elas [mulheres soldados] realmente existiam, porque, se existissem, queria que comprássemos algumas”, disse a mãe de Vivian, Brittany Lord.

Carta menina leva fabricante lançar brinquedos soldados mulheres

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Cadê as mulheres?

“Eu estava querendo ter mulheres no exército, mas não tinha”, explicou Vivian ao portal KTHV . “É meio estranho.”

Brittany disse ao KTHV que ficou um pouco ‘constrangida’ porque nunca havia imaginado que viriam apenas soldados homens. Com isso, a menina decidiu escrever uma carta para várias fabricantes de brinquedos, solicitando que elas criassem figuras femininas do exército.

Carta menina leva fabricante lançar brinquedos soldados mulheres

Soldados mulheres

“Por que vocês não fazem soldados mulheres?”, escreveu Vivian. “A mãe do meu amigo está no Exército, é uma militar, porque vocês não a representam?”

A pequena escreveu que ela viu um brinquedo que mostrava um soldado do sexo feminino, mas que vestia apenas peças rosas, “porém ninguém do exército usa rosa”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

De todas as empresas para as quais Vivian enviou a carta, a BMC Toys, com sede na Pensilvânia (EUA), foi a única a responder.

“Foi uma carta sincera”, disse Jeff Imel, presidente da BMC Toys. “E isso me lembrou da época em que eu era criança e queria aquele brinquedo que me representava melhor do que ninguém. Fiquei sensibilizado por ela.”

A resposta final de Jeff ao pedido de Vivian foi simples: “Vamos fazer!”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também:

Os brinquedos da linha “Mulheres do Exército Verde” estarão disponíveis até o final de 2020 com quatro poses militares diferentes, incluindo um capitão segurando uma arma, binóculos e um soldado ajoelhado segurando uma bazuca, informou o portal NPR.

“Acho que este é um ótimo exemplo de como ouvir as crianças, porque elas veem coisas que não vemos”, disse Brittany. “As coisas sempre foram assim e nós simplesmente ignoramos e seguimos em frente, ao passo que as crianças com um novo olhar podem mudar aquilo que está desequilibrado ou mal-representado.”

Quanto a Vivian, a garotinha não poderia estar mais feliz.

“Isso me deixou muito feliz”, disse. “Eu posso deixar de lado os meninos do exército e brincar apenas com as meninas.”

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: People/Fotos: Reprodução/WBRE

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,425,269SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Arco-íris que “durou” 9 horas em Taiwan é considerado verdadeiro milagre da natureza

Arco-íris são como estrelas cadentes: quando a gente tem a sorte de se deparar com um, é tão mágico que parece que estamos literalmente...

Em vídeo emocionante, tenista nº 1 do mundo consola jovem promessa após vitória

A tenista Naomi Osaka, 21 anos, atual número 1 do Mundo no ranking WTA, não deu chances para a jovem estrela em ascensão Cori Gauff,...

Gentileza vinda do céu, literalmente

Não vou falar muito sobre o vídeo para não ter spoillers, peço que vejam e me falem o que acharam:

Quando compram um cobertor pra esquentar um morador de rua

A queridíssima Maira, junto com seu amigo Bruno, viram um mendigo dormindo sem cobertor em uma das noites frias de São Paulo. Resolveram comprar...

Como luzes de Natal ajudaram guerrilheiros a abaixarem as armas

"Durante minha vida, nunca vivi um dia de paz no meu país." diz Jose Miguel Sokoloff, um executivo de publicidade, em sua impactante palestra...

Instagram