Menina de 12 anos constrói foguete e manda Hello Kitty pro espaço

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Lauren Rojas, uma menina de 12 anos da cidade de Antioch, na Califórnia, precisava criar um projeto para a feira de ciências do colégio. Ela viu na TV um comercial no qual um balão era lançado ao espaço e pensou que podia fazer a mesma coisa.

Mesmo surpresa com a ousadia do projeto, a professora aprovou. Laura então contou com a ajuda do pai. Eles conseguiram apoio de uma empresa chamada High Altitude Science, que cedeu o balão meteorológico e o computador de bordo.

A Hello Kitty chegou a 28 km de altitude. Na estratosfera, o ar fica tão rarefeito que o balão estourou e a boneca iniciou seu retorno à Terra, caindo a 75 km do ponto de lançamento. As imagens são belíssimas e impressionantes.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fonte: O Globo

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,773,760SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Novo app ajuda crianças com autismo a se socializarem e se expressarem mais

Aqui no RPA já falamos algumas vezes sobre o autismo (relembre aqui, aqui e aqui) e de como as pessoas com essa doença vivem...

[VÍDEO] Ex-alunos arrecadam R$ 300 mil para quitar casa de cozinheira que trabalhou em república

A cozinheira Jessie Hamilton trabalhou mais de 14 anos na casa de fraternidade da Louisiana State University (EUA). Na época, ela era como uma...

A cada manta que você compra para seu pet, esta loja online doa outra para uma ONG

A Petlove, maior loja virtual de produtos pet do país, lançou a partir do dia 9 de junho, uma campanha que está promovendo a...

Tim tem vagas abertas para profissionais com deficiência em todo o país

A Tim, operadora que emprega mais de 10 mil pessoas diretamente em todo o país, está com diversas oportunidades abertas para profissionais com deficiência. As...

“Estou vivendo uma vida normal novamente e isso não tem preço para mim”

"Iniciei minha faculdade em 2017, ainda com 17 anos, e foi tudo normal durante o 1º ano. Consegui um estágio na área em Curitiba...

Instagram