Menina de 9 anos cultiva e doa alimentos produzidos em sua horta comunitária para moradores de rua

A pequena Hailey Fort pode ter apenas 9 anos, mas já fez mais para ajudar pessoas desabrigadas e necessitadas do que muitos de nós.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Acompanhada dos pais, esta jovem de Bremerton, Washington (EUA), passa seu tempo livre construindo abrigos móveis para moradores de rua e cultivando hortaliças e legumes em uma horta comunitária construída por ela e sua família.

menina cultiva doa alimentos produzidos horta comunitária moradores rua

Quando Hailey tinha 5 anos, ela perguntou a sua mãe, Miranda, sobre “como poderia ajudar” um homem deitado na calçada próxima à sua casa. Sua mãe disse que havia muitas maneiras, e convidou a filha a trabalhar para fazer o dia dessas pessoas, melhor.

O homem que ela ajudou, Edward, tornou-se um amigo da família.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

menina cultiva doa alimentos produzidos horta comunitária moradores rua

“Nós construímos os abrigos para que essas pessoas não se molhem, se sintam seguras e secas. Simplesmente não parece certo que haja moradores de rua”, afirmou Hailey ao portal King 5 News. “Acho que todos deveriam ter um lugar para morar.”

Para além dos abrigos, a menina ajuda os pais na manutenção de uma horta comunitária. A meta é cultivar 250 libras (113 kg) de alimentos, além da construção de 12 abrigos e a entrega de milhares de produtos de higiene pessoal doadas por vizinhos e moradores do bairro.

Quando Hailey tinha 5 anos, ela viu um homem em situação de rua e perguntou a sua mãe se ela poderia ajudá-lo comprando um sanduíche

menina cultiva doa alimentos produzidos horta comunitária moradores rua

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Sabia que agora o Razões tem um livro? O Que Eu Aprendi Até Agora – 50 Conselhos Inspiradores Para Uma Vida Cheia de Razões Para Acreditar! está em pré-venda até 15/08. Comprando o seu exemplar agora, ganhe um brinde especial + frete grátisclique aqui.

Desde então, esta menina de 9 anos constrói abrigos móveis para ajudar pessoas em necessidade

“Simplesmente não parece certo que existam pessoas sem-teto. Acho que todos deveriam ter um lugar para morar”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Graças a ajudas e doações, cada abrigo móvel custa apenas US$ 300 (R$ 1750) para ser construído

Hailey recebe ajuda e orientação de seus pais, mas faz grande parte da construção sozinha

A horta de sua família produz mais de 100 kg de alimentos por ano.

Já os abrigos são construídos com paletes, isolados com denim reciclado e rodas para que possam ser movidos

Assista também:

Fonte: ABC News
Fotos: Reprodução / Facebook: @Haileysharvest

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,780,571SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Pais de 6 filhos com transtornos mentais ganharão casa após vaquinha da VOAA

Que tristeza a realidade desta família. Dona Damiana, de 49 anos, e seu Vanderlei, de 47, vivem em uma casa de barro, praticamente sem...

Parklets: uma tendência mundial que está pegando no Brasil

Você sabe o que são parklets? Parklets são pequenas extensões temporárias de calçadas que servem para promover um espaço de convívio, melhorando a paisagem...

Universitários doam computador a aluna de 81 anos para que ela consiga se formar

A atitude desses estudantes e professores universitários mostra que eles tem aprendido a melhor das lições: a da empatia. Depois de conhecerem a história...

Fogaça se emociona ao ver Olivia, filha com doença rara, dando seus primeiros passos

O chef de cozinha e jurado do Masterchef da Band, Henrique Fogaça, de 44 anos, publicou em seu perfil oficial do Instagram nesta última...

Após ter barraco incendiado, idoso recebe doações e pede ajuda para sair da rua

O Sr. Jesus Maciel emocionou muita gente neste domingo. Ele teve seu barraco incendiado, no bairro Cidade dos Funcionários, em Fortaleza (CE) e perdeu...

Instagram